O futuro do planeta segundo Otimístio e Pessimístio

As notícias abaixo desenham cenários opostos para o planeta em 2050. Ambas foram publicadas na mesma semana pela Folha.com e se baseiam em relatórios da ONU.

A primeira notícia sugere um futuro ambientalmente mais responsável onde a matriz energética mundial passaria por uma transformação radical migrando da dependência dos combustíveis fósseis para o uso de fontes renováveis e de menor impacto ambiental. A segunda notícia traça um cenário apocalíptico em que o consumo de recursos naturais explodiria com conseqüências sombrias para a preservação da nossa espécie.

É muito improvável que as duas profecias embutidas nas notícias se confirmem simultaneamente, afinal, cada uma delas aposta em uma evolução diferente da sociedade para os próximos 40 anos. A primeira supõe a adoção de uma postura decididamente ambientalista, enquanto que a segunda parte da ideia que nada será feito para reverter o aumento desordenado do consumo. Ambas são possíveis de ocorrer são baseadas em estudos sérios, mas cada uma delas supõe um modelo de sociedade diferente. Não é possível imaginar que seremos inovadores com a energia e irresponsáveis com as matérias primas. Não, as duas situações não podem ocorrer ao mesmo tempo.

Qual delas há de se confirmar? Otimístio vai dizer que no futuro haverá menos poluição, menos consumo, que dominaremos as fontes renováveis de energia, etc. Pessimístio, por sua vez, não acredita na capacidade humana de sair da zona de conforto e prevê que o futuro será apenas o prolongamento das más práticas do presente. Sou franco em dizer que em certas horas não sei em quem apostar. Tem dias que acordo Pessimístio e durmo Otimístio ou o contrário. Tudo bem, vivemos uma época de transição em que os valores desenvolvimentistas do passado competem com a postura ecológica do futuro. Em 2050, os que estiverem por aqui poderão conferir qual profecia se realizou.

Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Cadastre os aparelhos e deixe o Excel calcular o consumo previsto de energia para sua casa, escritório, loja, condomínio, empresa, etc. Você pode criar várias unidades de consumo, cada uma com vários cenários. Assim, você verifica se o seu consumo está dentro do previsto, pode testar o impacto de uma reforma ou troca de aparelhos ou até estimar o gasto de uma unidade que ainda vai ser construída. Faça o download da versão grátis.

Assista ao vídeo para conhecer o funcionamento da planilha.

Sua opinião me interessa