O que minha avó faria nessa hora?

“Filha, tire o frango do freezer e coloque no microondas para descongelar.” Ouvi essa frase de uma mulher que passou por mim na rua falando ao celular. Poucas, densas palavras capazes de desencadear uma longa reflexão, talvez inspirar uma monografia, mas que vão render mesmo é este simplório post. Como de costume, pensei: o que minha avó faria no lugar da mulher? Já que vovó Sofia não tinha sequer telefone fixo teria que recorrer a um recurso antigo, mas infalível: o planejamento. Ela diria à sua filha Helena (minha mãe) na noite anterior: “Filha, amanhã vou sair. Mate uma galinha e limpe para eu fazer quando voltar.” Solução just in time que dispensa o telefone e que nos leva à  conclusão número 1: gadgets de alta tecnologia são comodidade e não necessidade. As galinhas da minha avó iam sem escalas do poleiro para a panela, o que nos leva à conclusão número 2: fazer estoque quase sempre é antiecológico. A minha mãe, no seu tempo, agiria diferente. Como D. Helena não acreditava em carne congelada, nem criava galinhas, provavelmente passaria no açougue na véspera e deixaria a galinha na geladeira. Essa solução envolve estoque e energia para manter a carne refrigerada, mas é melhor do que o congela descongela da mulher do celular.


Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Baixe a planilha e faça um cálculo preciso do consumo de energia elétrica em sua casa. Download Assista ao vídeo e veja como usar a planilha.

E lá em casa como fazemos? Bem, o tempo escasso me obriga a acreditar em carne congelada, mas aviso que não temos freezer. O congelador da geladeira é suficiente para manter um pequeno estoque de congelados. Se nos faltar alguma coisa, tem um supermercado a poucas quadras de casa. Também não temos microondas, logo planejamento é necessário e temos que lembrar de tirar a carne do congelador no dia anterior. Embora eu seja mais ecológico do que a mulher do celular, perco para minha mãe e ambos perdemos para a minha avó, o que me leva à terceira conclusão: para ser ecológico aja como seus avós.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa