Enviando lixo para reciclagem pelo correio

Lá em casa tem uma caixa cheia de lâmpadas fluorescentes compactas estragadas. Elas são duráveis, mas não são eternas. Depois que param de funcionar não podem ser jogadas no lixo comum nem quebradas senão liberam mercúrio. Ainda não sei o que fazer para que cheguem a uma empresa de reciclagem especializada nesse tipo de resíduo. Se eu morasse nos EUA teria uma alternativa: poderia enviá-las para a reciclagem pelo correio.

Aqui no Brasil quando o assunto é reciclagem de produtos especiais como as lâmpadas logo imaginamos postos de coleta distribuídos pela cidade e mantidos pelo poder publico. Americano, por outro lado, gosta de resolver tudo com iniciativa privada, de preferência com muita comodidade para o consumidor, mesmo que isso signifique gastar mais dinheiro. Lá, empresas como a Waste Management vendem kits para descarte de resíduos especiais como pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes e lixo eletrônico. São caixas desenvolvida especialmente para o resíduo. O kit para lâmpadas fluorescentes, por exemplo, depois de lacrado não deixa o mercúrio vazar caso as lâmpadas quebrem durante o transporte. A empresa promete fazer a reciclagem segundo as melhores práticas de todos os kits que receber pelo correio.

Confesso que achei a solução da Waste Management sofisticada demais, pois consome recursos que talvez pudessem ser poupados adotando soluções mais simples como a dos postos de coleta bem distribuídos pela cidade. Sim, nos postos de coleta é preciso prever caixas adequadas onde depositar os resíduos e é necessário manter uma logística de coleta que talvez seja parecida com a dos correios. No fundo, o modelo da Waste Management é válido, embora à primeira vista pareça estranho usar os correios para transportar resíduos. Outra coisa: o preço desse compromisso com o meio ambiente é meio salgado: US$ 16,95 para um kit que comporta cerca de 13 lâmpadas compactas. Pelos meus cálculos, uma casa média precisaria de um kit desses a cada 3 anos. Confesse que ficou com vontade de mandar lixo para os Estados Unidos pelo correio, né? Infelizmente, eles só atendem o mercado interno americano.

Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Cadastre os aparelhos e deixe o Excel calcular o consumo previsto de energia para sua casa, escritório, loja, condomínio, empresa, etc. Você pode criar várias unidades de consumo, cada uma com vários cenários. Assim, você verifica se o seu consumo está dentro do previsto, pode testar o impacto de uma reforma ou troca de aparelhos ou até estimar o gasto de uma unidade que ainda vai ser construída. Faça o download da versão grátis.

Assista ao vídeo para conhecer o funcionamento da planilha.

Sua opinião me interessa