Débito de carbono do transporte de pessoas

Um dos itens mais preocupantes do impacto ambiental de transportes é o aumento do gás carbônico na atmosfera. O transporte de pessoas tem peso importante no efeito estufa. Com alguns cálculos, é possível medir quanto gás carbônico lançamos na atmosfera em função de nossos deslocamentos. A tabela a seguir permite que se calcule com facilidade o débito de carbono associado ao transporte pessoal.  Débito de carbono é a quantidade de gás carbônico adicionado na atmosfera por uma atividade. Para calcular seu débito de carbono com deslocamentos, selecione os meios de transporte que você utiliza e multiplique o valor unitário dado na tabela pelos quilômetros percorridos.

Gás carbônico adicionado na atmosfera pelo transporte de pessoas

Meio de transporte Débito de carbono
(kg de CO2/km/pessoa)
Carro a álcool 0
Ônibus a diesel 0,0059
Avião gde. porte (média distância) 0,122
Avião gde. porte (curta distância) 0,150
Carro a gasolina (até 1.4 litros) 0,161
Carro a gás natural (até 1.4 litros) 0,169
Avião gde. porte (longa distância) 0,191
Carro a gasolina (1.5 a 2.0 litros) 0,194
Carro a gás natural (1.5 a 2.0 litros) 0,203
Veículo a diesel (até 1.4 litros) 0,212
Veículo a diesel (1.5 a 2.0 litros) 0,254

Fonte:Adaptado de www.florestasdofuturo.org.br

A tabela mostra o débito por pessoa transportada. Foi considerado que os carros rodam com apenas um passageiro e que os aviões voam com 70% de sua capacidade. O avião considerado para distâncias curtas e médias foi o Boeing 737 e nas longas, o 777. Foi adotada uma lotação média de 30 passageiros nos ônibus. Para carros a gasolina, foi considerada a adição de álcool na mistura.

Casos típicos

Vamos usar os dados da tabela para calcular o débito de carbono em algumas situações típicas.

  • Usuário de carro a álcool
    Débito de carbono = zero
    Uma pessoa que só utiliza carro a álcool nos seus deslocamentos tem débito de carbono próximo a zero. Cuidado, nada de entusiasmo. Nesse quesito, o carro a álcool é campeão, mas ele causa outros danos ambientais que o colocam na classe C (Nível médio de impacto ambiental).
  • Usuário de ônibus
    Débito de carbono = 65 kg/ano
    Quem só usa ônibus a diesel em seus deslocamentos tem um débito de carbono modesto. Consideramos um deslocamento médio de 30 km por dia.
  • Usuário de carro a gasolina com motor 1.0
    Débito de carbono = 1.763 kg/ano
    Uma pessoa que só utiliza carro a gasolina em seus deslocamentos rodando sozinha uma média de 30 quilômetros diários em área urbana tem um débito de carbono elevado.
  • Usuário de caminhonete a diesel
    Débito de carbono = 2.781 kg/ano
    O uso de pickups em área urbana está muito na moda entre pessoas de renda alta. Rodando sozinho com caminhonete cerca de 30 km por dia em área urbana o resultado é um débito de carbono lamentável.
  • Viagem à Europa
    Débito de carbono = 3820 kg por viagem ida e volta.
    A distância entre uma cidade brasileira e outra européia pode chegar a 10.000 km. Uma viagem aérea ida e volta produz um enorme débito debito de carbono.

Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Cadastre os aparelhos e deixe o Excel calcular o consumo previsto de energia para sua casa, escritório, loja, condomínio, empresa, etc. Você pode criar várias unidades de consumo, cada uma com vários cenários. Assim, você verifica se o seu consumo está dentro do previsto, pode testar o impacto de uma reforma ou troca de aparelhos ou até estimar o gasto de uma unidade que ainda vai ser construída. Faça o download da versão grátis.

Assista ao vídeo para conhecer o funcionamento da planilha.

Sua opinião me interessa