Catedral de Brasília

A catedral de Brasília foi um dos primeiros prédios projetados por Oscar Niemeyer a ser inaugurado em Brasília. Com essa e outras obras criadas por Niemeyer, Brasília passou a ser reconhecida como ícone do modernismo arquitetônico brasileiro. A catedral tem elementos típicos da arquitetura de Niemeyer: concreto armado aparente, simplicidade, curvas harmoniosas, ousadia estrutural e formas arrojadas.

A Catedral de Brasília encanta os fieis e visitantes em muitos detalhes.  Quando chega à catedral, o visitante passa por estátuas gigantes em bronze dos quatro evangelistas que formam um corredor. Estranhamente, a disposição das esculturas é três à esquerda e um a direita, uma assimetria que chama a atenção. O acesso ao interior da igreja é feito por uma rampa descendente, pois o piso da nave está abaixo do nível do terreno. Entrando na igreja o visitante vê a nave sempre inundada de luz abundante que entra pelos vitrais que rodeiam os fieis em 360 graus. Sem dúvida um contraste em relação às escuras catedrais do passado. Olhando para cima vemos três grandes esculturas em duralumínio de anjos suspensas por finos cabos de aço que nos dão a impressão de estarem voando. Luz abundante em tons variados, anjos voando, pilares que se erguem para o céu, revestimentos em mármore branco, tapete vermelho; sem dúvida um ambiente místico que conduz à meditação.

A estrutura da catedral é feita com 16 colunas curvas que homenageiam a matemática: o perfil é hiperbólico e a seção transversal parabólica. As colunas afinam na base dando a impressão que tocam de leve o chão. O conjunto de colunas forma um feixe que sugere mãos elevadas ao alto.

A catedral vem passando por modificações ao longo do tempo. Originalmente, os pilares exibiam a cor natural do concreto aparente e os vitrais eram incolores. Na atualidade, os pilares foram pintados de branco e os vidros foram recobertos com um trabalho em fibra de vidro da artista plástica Marianne Peretti. Elementos novos foram acrescentados ao conjunto ao longo do tempo como o campanário, o espelho d’água e o batistério (local dos batismos) cuja forma lembra um ovo e funciona próximo à catedral.

É curioso ver como a Igreja Católica, que preza por rigorosa tradição em muitos pontos, é aberta à inovação quando o assunto é a arquitetura de seus templos. A começar pela encomenda da obra a um arquiteto comunista e ateu.

Imagens no Flickr

Informações

Catedral Metropolitana de Brasília
Brasília, DF, Brasil
Projeto de Oscar Niemeyer
Inaugurada em 1960

Localização Google Maps

Imagens do Wikimedia Commons

About Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa

Scroll To Top