Quem precisa de telefone fixo?

As estatísticas mostram que nos Estados Unidos 25% das residências não tem mais telefone fixo. Nessas casas, a comunicação é feita por outros meios, principalmente por telefone celular. A parcela da população que está abandonando o telefone fixo cresce em ritmo forte, tanto nos EUA como no Brasil. Com a chegada de novas tecnologias de comunicação, mais avançadas e com mais recursos, o velho telefone fixo corre risco de acabar no museu. Nesse mundo repleto de celulares, Skype e Messenger quem precisa de telefone fixo? Eu, que não uso celular, certamente preciso, mas não é pela necessidade de fazer ligações. Vou explicar:

A sobrevida do telefone fixo está garantida enquanto vigorarem certas artimanhas de mercado. No Brasil, ainda predomina a venda casada de telefone fixo com serviços de banda larga. Lá em casa, por exemplo, temos uma assinatura de telefone fixo para dispor da conexão de Internet por ADSL. Além disso, pago um provedor de acesso para fazer aquela tal da autenticação de usuário exigida por lei. Em outras palavras: assino três serviços: telefone fixo + conexão ADSL + provedor de acesso. Dos três, eu só precisaria da conexão à Internet. Minha segunda opção que seria a conexão de Internet via TV a cabo ainda não chegou na minha rua. De qualquer forma, se um dia ela chegar, eu terei que fazer outro tipo de compra casada, pois a operadora de TV a cabo só oferece conexão de Internet a quem assinar um pacote de TV.

O argumento social em favor do telefone fixo também já caiu por terra. Embora as tarifas do telefone fixo sejam mais baixas que as do celular, o custo da assinatura e as exigências de cadastro o deixam inacessível a muitas famílias. Além do mais, essas pessoas de menor renda são atendidas pelos celulares pré-pagos. O celular pré-pago é menos burocrático e, em muitos casos, fica mais barato que a alternativa fixa. Algumas pessoas veem o telefone fixo como um aparelho da família, enquanto que o celular seria um artefato individual, mas muitas famílias compartilham o mesmo celular, o que deixa o seu uso muito parecido com o do aparelho fixo.

Chegará o dia em que a imensa infraestrutura da telefonia fixa será usada apenas para trafegar dados de Internet. Nesse dia, minha conta mensal de conexão cairá pela metade e o aparelho telefônico permanecerá na estante apenas para efeitos decorativos e sentimentais. Se algum neto me perguntar para que servia tal engenhoca direi que dava para falar com quem estava longe, mas que não tinha vídeo, nem holograma 3D, nem cheiro.

Veja também: Controle financeiro em Excel


Controle suas finanças pessoais e familiares com esta planilha registrando suas despesas, receitas e investimentos. Crie planos de contas, agende lançamentos periódicos, analise os dados em gráficos e economize tempo. Faça o download grátis.

Sua opinião me interessa