64 sites – a lista de 1 a 32 – 2008

Esta é a minha lsita dos sites mais destacados da Internet. A maior dificuldade para montar esta lista foi pela diversidade que os sites apresentam. Como comparar um site de busca com outro que vende músicas? Mesmo assim, fiz uma lista guiado por critérios como pioneirismo, relevância, presença global, inovação, perspectivas futuras, influência, tecnologia e impacto social. Como a Internet é dinâmica, pretendo revisar a lista em breve. Criei a lista em 2008 e muita coisa mudou de lá para cá.

Adobe

Responsável por dois padrões da Internet (Adobe Reader e  Flash Player), a Adobe conseguiu a façanha de colocar esses dois programas em quase todos os computadores, não importa o sistema operacional que roda neles. Qual o segredo para conseguir essa universalidade? Um dos motivos é que os visualizadores sempre foram gratuitos enquanto que o lucro vem pela venda dos programas que geram arquivos pdf e flash. Visite o site: Adobe

Alexa

Quer saber quem é quem na Internet? Veja no Alexa. O site acompanha o tráfego da web e mostra o que as pessoas acessam. Para fazer isso, Alexa conta com a colaboração dos internautas que instalaram a barra de ferramentas do serviço. Imagine o Alexa como o IBOPE da Internet, onde é possível saber informações detalhadas sobre a audiência da rede. Visite: Alexa

Amazon

Pioneiro do comércio eletrônico, começou como uma livraria virtual e se transformou em gigante das vendas pela Internet. Sempre inovando nas formas de comercializar produtos. Houve um momento em que sentenciaram que o site iria quebrar, mas ele está aí e consolidou o conceito de hipermercado virtual. Visite: Amazon.

Answers

Answers é um serviço de busca que não fornece endereços, mas respostas para a palavra chave pesquisada. Ideal para aquelas consultas que você procuraria em dicionários, enciclopédias e outras obras de referência. O serviço dá sugestões inteligentes para melhorar sua pesquisa. Buscando por Roberto Carlos, por exemplo, ele sugere que você decida pelo cantor ou pelo jogador de futebol. Answers é uma resposta a quem pensa que só existe o Google. É a web semântica começando a dar resultados. Visite:  Answers

Ask

Muitos desenvolvedores sonham criar o site que baterá o Google. Talvez o Ask não seja o Google Killer, mas está marcando presença com inovações em pesquisas gerais da web. Os resultados são organizados por categorias e você recebe sugestões para melhorar os resultados de sua busca baseadas em semântica. Visite: Ask

BitTorrent

Com o software BitTorrent, internautas baixam músicas, filmes, games, etc. A velocidade de download é alta porque o arquivo chega em pedaços a partir dos muitos  computadores da rede distribuída do BitTorrent. Quem participa da rede tanto recebe dados como os entrega a quem está pedindo. Essa rede camarada e polêmica é muito usado para distribuir conteúdo ilegalmente. Vale lembrar que esse modelo precisa de sites com catálogos de torrents. O mais popular tem nome sugestivo: The Pirate Bay.Talvez um dia se chegue a uma solução razoável para o problema da pirataria virtual. Por enquanto, no site do BitTorrent há filmes dos grandes estúdios para compra ou aluguel. O internauta adquire o conteúdo e baixa com BitTorrent. Quem diria: uma rede peer to peer agilizando o relacionamento entre produtores de conteúdo e seus consumidores. Na mesma linha: eMule. Visite: BitTorrent

Bloglines

O RSS inverte a relação do usuário com o site. Em vez de o usuário ir ao site buscar o conteúdo, o conteúdo vem até o usuário. Existem várias formas de receber RSS. Até o navegador Internet Explorer na versão sete tem um agregador de RSS básico. Bloglines é uma solução 100% web para agregar RSS que está contribuindo para consolidar o RSS como forma de distribuição de conteúdos. Visite: Bloglines

Box

Armazenar dinheiro debaixo do colchão ou no banco? Com dados, a dúvida é similar. Onde armazenar seus dados valiosos? Existem várias soluções para armazenagem na rede e Box é uma das mais interessantes. Permite compartilhar arquivos através de widgets colocados em outros sites, como seu blog, por exemplo. Graças a uma parceria com o Zoho, é possível editar documentos no Box diretamente pela web, sem fazer o download do arquivo. Box oferece uma opção grátis básica. Para volumes maiores é preciso pagar. Visite: Box

CNN

Pioneira do telejornalismo 24/7, a CNN é referência também em jornalismo web de alcance global. Graças a sites como CNN, a Internet passou a ser o veículo mais rápido na divulgação da notícia com a vantagem adicional de ser o meio mais difícil de sufocar. Na mesma linha: BBCNews. Visite: CNN

Delicious

A idéia é simples: armazenar e compartilhar favoritos na rede mundial. O internauta ganha mobilidade e a comunidade, um termômetro global da audiência dos sites. Com o Delicious, ficamos sabendo como as pessoas enxergam e classificam os sites. Visite: Delicious

Digg

No Digg, quem diz se uma notícia é importante não é o editor do meio de comunicação, mas os próprios leitores. O conceito é revolucionário e subversivo, o que faz do Digg um site fundamental da web 2.0. Se você gostou de uma matéria, coloque-a no Digg. Outros internautas vão avaliar a sua sugestão, aprovando-a ou não e assim se cria um ranking de popularidade de conteúdos. Vox popoli, vox dei. Visite: Digg

Drupal

Quem deseja construir um site com recursos avançados de web 2.0 como fóruns, blogs e wikis não precisa programar do zero. Drupal é uma ferramenta de gerenciamento de conteúdo também conhecida por CMS. (content management system). Com os recursos do Drupal é possível criar desde uma página pessoal até grandes sites corporativos. Modular, robusto, aberto e livre. Na mesma linha: Mambo. Visite: Drupal

E-bay

O E-bay é a prova de que é possível fazer negócios pela Internet daquela forma tradicional, com leilão, negociação e pechincha. Representado no Brasil pelo Mercado Livre, esse grande bazar virtual impressiona pela variedade de produtos a venda. Quer comprar algo difícil de encontrar, novo ou usado? Dê o seu lance no Mercado Livre. Visite: E-bay

Explore learning

A educação se beneficia muito com os recursos da Informática, desde que eles sejam empregados com inteligência no processo de aprendizagem. O Explore Learning é um site de educação focado em simuladores. São centenas deles, criados pela equipe do site, cada um permitindo uma forma interativa de construir o conhecimento. Visite: Explore Learning

Flickr

O Flickr, que foi absorvido pelo Yahoo, é uma grande exposição virtual de fotos, suas e de pessoas do mundo inteiro. Fotos e mais fotos sobre todos os temas e lugares. Seu álbum de fotos na rede que pode ser compartilhado com todos. Visite: Flickr

Fotolog

Os fotologs são um desdobramento do fenômeno dos blogs para quem prefere a imagem em vez da palavra. Fotolog.com é referência global nessa área cheia de fotos da galera, das viagens, das festas, de intimidades, etc. Pois é, gente gosta de ver gente. Visite: Fotolog

Freebase

A fusão da Web 2.0 (colaborativa e aberta) com a Web 3.0 (semântica). Freebase é um grande repositório de informação estruturada construído colaborativamente. O verbete sobre um filme na Wikipedia traz um texto com os dados do filme. No Freebase, os dados do filme como título, diretor, produtor, etc., estão distribuídos em campos de um banco de dados sobre cinema. Os dados do diretor do filme, por sua vez, ficam em uma base de dados de artistas. A informação contida nesse enorme banco de dados pode ser útil para responder a perguntas como: quais filmes de John Ford foram estrelados por John Wayne na década de 1950? Visite: Freebase

Fundação Mozilla

O Firefox é o navegador que desafia o monopólio esmagador do Internet Explorer. Uma das maiores bandeiras da comunidade livre, o navegador da raposa é desenvolvido pela Fundação Mozilla que também produz o software de correio eletrônico Thunderbird. Independente e grátis. Na mesma linha: Opera. Visite: Fundação Mozilla

Geocities

O decano da hospedagem gratuita de páginas. Embora os blogs tenham roubado espaço dos sites pessoais, o Geocities, que hoje faz parte do Yahoo, continua sendo a referência quando a assunto são páginas pessoais gratuitas. Visite: Geocities

GMail

O primeiro webmail a oferecer caixa postal gratuita com 1GB de espaço. O mecanismo de busca do Google, que mantém o serviço, funciona no GMail, o que é uma mão na roda para os pouco organizados. O efeito secundário desse recurso é que os robôs de Google varrem os e-mails e garimpam palavras chave para direcionar a publicidade incluída no serviço. Isso seria uma invasão de privacidade? Mais uma polêmica envolvendo Google. Visite: GMail

Google

Sinônimo de busca na Internet. Graças a sua eficiência e tecnologia inovadora, ocupou o espaço deixando para trás pioneiros como Yahoo e Alta Vista. É campeão no volume de páginas indexadas. A interface espartana esconde um mecanismo poderoso e polêmico que não pára de evoluir. Visite: Google

Google AdWords

O modelo de publicidade do Google está mexendo com a estrutura da Internet. É o gigante global permitindo que  pequenos negócios locais apareçam na rede. Altamente focado, o sistema do AdWords encontra os clientes potenciais para cada produto anunciado. E quem produz conteúdo pode abrir espaço no seu site e ganhar com publicidade através do Google AdSense. Visite: Google AdWords

Google Books

Esse serviço promete colocar na rede todos os livros escritos pelo homem, ou partes do livro, desde que não haja impedimento de direitos autorais. O projeto é conduzido em parceria com importantes bibliotecas e editoras. Como Google tem a força, é provável que estejamos diante da nova Biblioteca de Alexandria. Na mesma linha: Projeto Gutenberg. Visite: Google Books

Google Docs

Tudo começou com o processador de textos on-line Writely, que acabou digerido pela bolha assassina chamada Google. Produza e armazene documentos diretamente na web sem ter que instalar programas no seu computador. Ainda não se sabe se os usuários vão aderir ao modo móvel de viver ou se continuarão guardando seus arquivos debaixo do colchão, digo no computador local, mas se isso acontecer teremos uma guinada radical no mundo da Informática.  Serviço que pode seduzir clientes de produtos como Microsoft Office. Na mesma linha: ThinkFree e Zoho. Visite: Google Docs

Google Maps

Com suas imagens via satélite integradas a mapas urbanos e modelos 3D, o Google Maps é imbatível quando o assunto é mapas. Basta digitar um endereço para ver na imagem do satélite a localização exata do que você está procurando. Um serviço que ainda vai crescer muito e ajudará a responder perguntas como: “Qual é a pizzaria com forno a lenha próxima da minha casa que está com o melhor preço para pizza quatro queijos?” Visite: Google Maps

Hotmail

Consolidou o conceito de webmail, cresceu e cresceu até que foi absorvido pela Microsoft e agora é Windows Live Hotmail. Ainda é a referência quando o assunto é webmail grátis. Visite: Hotmail

How Stuff Works

Conhecido no Brasil por Como as coisas funcionam, esse site é um exemplo de como a produção de conteúdo focada em um nicho específico pode se tornar popular. HSW faz o que promete: explicar como as coisas funcionam. Funciona. Visite: How Stuff Works

IMDb

O Internet Movie Database é, provavelmente, o maior banco de dados sobre cinema. Além disso, faz uma combinação bem resolvida de conteúdo editado internamente com participação do público. Os internautas avaliam e comentam os filmes gerando rankings consistentes. Tudo bem resolvido em um banco de dados estruturado, atualizado e com abundância de informação. Visite: IMDb

iTunes

Misto de central de mídia, sonho de consumo e modelo revolucionário de comercialização de músicas, o iTunes está ligado diretamente ao iPod, a engenhoca glamourosa da Apple. Eles apontam o caminho para a indústria do entretenimento, que quer continuar ganhando seus dólares. Visite: iTunes

Joost

O momento em que a TV vai convergir para a Internet está próximo e Joost está na frente. Para assistir seu programa na hora em que você quiser, como quiser. É a TV interativa como só a Internet pode fazer. Visite: Joost

Last.fm

Uma rádio onde você digita o que quer ouvir e ouve. Last FM é uma rádio inteligente, personalizada e social. O sistema memoriza o que você já ouviu e dessa forma aprende o seu gosto musical. Outras pessoas que passam pela Last FM podem opinar sobre música e dividir suas preferências. Artistas podem divulgar seu trabalho. É a música da Web 2.0. Na mesma linha: Pandora. Visite: Last.fm

Listible

O site das listas de ranking. Você cria sua própria lista e os usuários vão adicionar itens e votar. Para listar e rankear tudo que pode ser listado e votado, de melhores filmes a lojas virtuais. Visite: Listible

Planilha de filmes para cinéfilos

Quer organizar melhor a sua lista de filmes assistidos ou favoritos? Então baixe a planilha a seguir e tenha um controle de suas viagens pelo mundo do cinema.

Assista ao vídeo para conhecer o funcionamento da planilha.

Sua opinião me interessa