Modelo ser/estar + particípio

As frases em português podem ser geradas em forma chamada ativa, em que o sujeito é agente da frase , ou então, em forma passiva, em que o sujeito é paciente. O estudo dos conceitos de agente e paciente pertence à Semântica. Não vamos entrar em detalhes aqui sobre a sintaxe de frases ativas e passivas. Só adiantamos que as formas passivas são geradas com auxílio de combinações verbais do modelo SEP (Ser/Estar + particípio). A forma genérica das combinações deste modelo é dada pela expressão a seguir:

Combinações verbais

SVsep = Vsep + Vn particípio

Onde:

SVsep lê-se sintagma verbal SEP.

Vsep lê-se primeiro verbo do modelo SEP ou verbo da passiva.

Vn lê-se verbo nocional.

O verbo da passiva, geralmente é o verbo ser, mas alguns outros verbos também podem ser usados tais como estarficar.

Veja alguns exemplos de formas apassivadas em contraste com formas ativas:

O Atlético Paranaense venceu o Coritiba.
O Coritiba foi vencido pelo Atlético Paranaense.

A Polícia Federal retém as bagagens no aeroporto.
As bagagens estão retidas no aeroporto pela Polícia Federal.

A pressa comprometeu a qualidade.
A qualidade ficou comprometida pela pressa.

Uma maneira produtiva de estudar as combinações verbais do modelo SEP é contrastá-las com as suas correspondentes formas ativas. Podemos a partir desse contraste, estabelecer regras de transformação de formas ativas em passivas e vice-versa.

Nas tabelas a seguir, temos as correspondências entre formas ativas e passivas. Podem ser apassivados tempos verbais simples e outras combinações verbais como as do modelo THP e EG.

Apassivação de tempos verbais simples

Combinação verbal ser estar particípio

É inaceitável a forma *sido vencido, correspondente à apassivação do particípio.

A regra de transformação da forma ativa em forma passiva nesse caso pode ser expressa da seguinte forma:

A transformação da forma ativa com tempo verbal simples em forma passiva obtém-se incluindo o verbo da passiva como primeiro verbo na mesma flexão do verbo da forma ativa. Em seguida, inclui-se o verbo da forma ativa flexionado no particípio e concordando em número e gênero com o sujeito da frase.

Apassivação de combinações do modelo THP

Modelo ser estar particípio

Todos os tempos compostos podem ser apassivados. Nesse caso, a combinação apassivada apresenta três verbos: ter/haver (herdado do tempo composto), o verbo da passiva (serestar ou outro) e o verbo que define o significado nocional.

A regra de transformação da forma ativa para passiva nesse caso pode ser expressa da seguinte forma:

A transformação de forma ativa com tempo composto em forma passiva obtém-se do seguinte modo: o verbo ter/haver não sofre modificação. O verbo da passiva é incluído como segundo verbo da combinação flexionado no particípio masculino singular.  O terceiro verbo da combinação, que porta o significado nocional, permanece no particípio e deve concordar em número e gênero com o sujeito da frase.

Apassivação do modelo EG


Veja também: Conjugador de verbos em Excel

Para provar que existe lógica em nossa língua resolvi criar um conjugador de verbos em Excel. Baixe a planilha e use no celular ou no computador. Download Assista ao vídeo, veja como a planilha funciona e entenda melhor o nosso sistema de verbos.

Modelos ser estar particípio

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Um comentário em “Modelo ser/estar + particípio”

Sua opinião me interessa