Sequências de megasena surpreendentes são fraude?

Muita gente achou estranha a sequência de dezenas do concurso 2052 da Megasena: 50 – 51 – 56 – 57 – 58 – 59.  Alguns gritaram: ´É fraude’, outros juram que a combinação é aceitável segundo a Matemática. Quem está certo?

 

Primeiramente vamos fazer um teste. Analise as sequências abaixo e diga se as considera razoáveis caso dessem na Megasena.

01 – 02 – 03 – 04 – 05 – 06
01 – 11 – 21 – 31 – 41 – 51
19 – 23 – 29 – 31 – 37 – 41
5 – 8 – 13 – 21 – 34 – 55

Provavelmente, você achou as duas primeiras sequências inacreditáveis, afinal são progressões aritméticas fáceis de perceber. Talvez você considere razoáveis as duas sequências finais, pois aparentemente os números estão bem espalhados ao acaso na tabela. Se você gosta de Matemática, porém, deve ter percebido que ali também temos sequências mágicas. A sequência três é formada por números primos e a quarta faz parte da sequência de Fibonacci. Com olhos atentos vamos encontrar regularidades interessantes na maioria das sequências de Megasena. E considerar uma sequência como ‘mágica’ é uma questão de opinião, conhecimento e capacidade de observação. Como o sorteio dos números é de eventos independentes, a probabilidade de sair uma sequência ‘razoável’ é exatamente a mesma de uma sequência ‘mágica’. Tudo bem, é difícil de aceitar isso, mas com o tempo você vai se adaptar à ideia.

Por outro lado, se você curte Matemática não está autorizado a mandar ninguém estudá-la como se as loterias fossem apenas questão de Matemática. Alguém aí põe a mão na fogo e garante que o processo das loterias é blindado contra fraudes? Particularmente, acho que os fraudadores buscam a discrição e não vão querer chamar a atenção de todos com sequências notáveis. Só que o sistema das loterias é informatizado e operado por humanos.  Aí já temos dois bons motivos para ligar o desconfiômetro.


Veja também: Todos os países do mundo em Excel

Baixe a planilha com dados de todos os países e territórios autônomos do mundo. Download Assista ao vídeo com a análise dos dados da planilha.

 

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa