Votar no candidato ou na legenda?

Em várias eleições passadas eu votei na legenda. Nesta eleição terei que fazer uns cálculos antes de decidir. Votar na legenda é digitar apenas o número do partido na urna em vez de completar a digitação para identificar o candidato. Dessa forma o voto é direcionado para o candidato do partido com mais chances de se eleger.

urna

Uma mudança na lei eleitoral que já está em vigor para as eleições de 2016 criou uma cláusula de performance para os candidatos a vereador. O candidato só assume a cadeira se atingir um número mínimo de votos nominais. Esse mínimo é definido como 10% do quociente eleitoral. Não se estresse tentando adivinhar qual é esse número mínimo. O cálculo é complicado e só é definido após as eleições, mas resumindo: se o candidato não receber votos nominais suficientes os votos de legenda não vão beneficiá-lo.

A cláusula de performance tem vantagens e desvantagens. Uma vantagem é que impede candidatos com baixa votação de assumir uma cadeira. A desvantagem é que certos partidos recebem muitos votos de legenda. É o chamado voto ideológico. Com a nova regra esses partidos ficam em desvantagem.


Veja também: Todos os países do mundo em Excel

Baixe a planilha com dados de todos os países e territórios autônomos do mundo. Download Assista ao vídeo com a análise dos dados da planilha.

Se você vota na legenda por convicção, talvez nesta eleição tenha que dar voto nominal a um candidato com potencial razoável de se eleger pelo seu partido preferido. Não deve ser um puxador de votos nem um azarão.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa