Mensagem

O náufrago se aproxima da arrebentação
e lança a garrafa ao mar.
O que nela se contém?
Pedido de socorro,
oferenda aos deuses,
declaração de amor?
As águas tecnológicas devoram as palavras
e as levam para destino incerto.
Noutra praia, noutra máquina,
outro náufrago, sentado espera.

Eu S.A.

O que você está esperando?
Aproxime-se e venha conhecer-me.
Sou aerodinâmico,
moderno e reciclável.
Adquirindo-me você
estará levando para sua casa
ou sua empresa um produto
globalizado, classe mundial,
dentro das mais rígidas normas ISO.
Estou em constante evolução.
Criativo, integrado,
gosto de trabalhar em equipe
e adoro desafios.
Repare nos meus detalhes de acabamento:
Gazeta Mercantil,
caneta tinteiro Mont Blanc
e saudades do Paulo Francis.
Diga adeus aos infláveis
e àqueles similares nacionais
que nunca foram a Nova York.
A hora é agora, o momento é já.
Para maiores informações
acesse-me por e-mail, ICQ,
vídeo conferência, celular,
telefone, fax, bip, caixa postal
ou visite meu Personal Web site.
Aceito todos os cartões.

Descartável

Este poema é one way,
sem retorno, descartável.
Após a leitura, esqueça-o.
Foi elaborado com substâncias diuréticas
que propiciam assimilação rápida
e excreção imediata.
Fácil vem, fácil vai.
Contém uma proposital redundância
que garante pela repetição
uma absorção tranquila,
dispensando retornos e releituras.
Enfim, um poema
que não deixa resíduos
nem produz efeitos colaterais.
Pronto. Está lido.
Nem doeu, não é mesmo?
Não precisa ficar aí parado.
Pode passar para a próxima página.