Check-up

Ora, então esta máquina
nos mostra por dentro.
Não, doutor,
este exame não quero.
Tenho medo, me pélo.
Não quero filmar a poesia,
não quero entender o amor,
muito menos quero
vasculhar a mim mesmo.
Não quero encontrar-me plano,
não quero me ver no espelho.
Longe de mim qualquer aparelho
que me radiografe inteiro
e aponte fulminante
manchas escuras
nos alvéolos da alma.
Não, doutor.
Para este colesterol
o melhor remédio
é não fazer exames.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Seu comentário também é poesia