Tudo certo

Caminho pela rua ao final da tarde.
Numa banca, de passagem,
leio as manchetes dos jornais.
Tragédias, horrores ocorrendo longe de mim.
Volto para casa de consciência limpa.
Nada do que li me diz respeito.
Sou maior, vacinado,
estou feliz e em dia com meus impostos.
Um mendigo me pede esmola
e conta uma história triste
que não me diz respeito.
Passo no bar para comprar cigarros.
O dono do bar comenta
que foi assaltado e me pergunta
onde vamos parar desse jeito.
Digo-lhe qualquer coisa e saio.
O que lhe acontece não me diz respeito.
Volto cansado mas tranqüilo.
Chegando em casa tomo um banho,
me refaço, me tranco, estou satisfeito.
A noite correndo lá fora, decididamente,
não me diz respeito.

Valor de mercado

Falar, citando Quintiliano,
sobre aqueles homens beócios
dos primeiros tempos,
que criavam palavras
segundo a primeira impressão que
lhes suscitava o contato com as coisas:

Sem valor de mercado.

Dizer não,
resistir ao impulso
de fazer errado
só porque todo mundo faz:

Sem valor de mercado.

Ver nos olhos de seu filho
uma mágoa escondida,
abraça-lo e pedir que lhe abrace
o mais forte possível:

Sem valor de mercado.

Sem limites

Ah, comerciais do cigarro Hollywood
no horário nobre.
Fulminam-me, boquiabrem-me.
Ah, conquistar o cume
dos icebergs da Antártida,
Desbravar super sônico,
as dunas do Saara.
Não quero a rotina mofa
as sensaborias rotas
da vida pacata.
Quero o adrenalinado
sabor de conquista
que só me dão os comerciais
de Hollywood no horário nobre.
Impecáveis produções milionárias,
lapidares, conclusivas provas
da genialidade sem par
da nossa elite criadora.
Como me calam suas fundas verdades,
a luz que projetam
nos absconsos da alma humana.
Que mágica operam estes comerciais.
Vendem cigarro
sem falar de cigarro
e fumar fica tão esportivo,
nem de longe cancerígeno.
Quem me dera ser um comercial
de Hollywood no horário nobre.

Eu S.A.

O que você está esperando?
Aproxime-se e venha conhecer-me.
Sou aerodinâmico,
moderno e reciclável.
Adquirindo-me você
estará levando para sua casa
ou sua empresa um produto
globalizado, classe mundial,
dentro das mais rígidas normas ISO.
Estou em constante evolução.
Criativo, integrado,
gosto de trabalhar em equipe
e adoro desafios.
Repare nos meus detalhes de acabamento:
Gazeta Mercantil,
caneta tinteiro Mont Blanc
e saudades do Paulo Francis.
Diga adeus aos infláveis
e àqueles similares nacionais
que nunca foram a Nova York.
A hora é agora, o momento é já.
Para maiores informações
acesse-me por e-mail, ICQ,
vídeo conferência, celular,
telefone, fax, bip, caixa postal
ou visite meu Personal Web site.
Aceito todos os cartões.