O que podemos aprender com a crise hídrica?

A escassez de água na região Sudeste que começou em 2014 e avança em 2015 com resultados imprevisíveis pode pelo menos ser didática. Sem querer dar uma de engenheiro de obra pronta, podemos fazer algumas perguntas críticas sobre a crise que vivemos e que pode piorar bastante antes de melhorar.

represa seca

Continue lendo “O que podemos aprender com a crise hídrica?”

Como viver de água da chuva

A captação de água da chuva para consumo residencial está começando a se popularizar, no entanto, a maioria dos projetos tem por objetivo substituir apenas parcialmente a água fornecida pela concessionária. Ainda são raras propostas mais radicais como a de viver apenas com água da chuva. A ideia pode parecer estranha para quem imagina a água como um líquido farto que brota daquele cano que vem da rua. Quem vive no sítio sabe que a água também pode vir do fundo da terra ou da mina ao pé da serra. Em meio urbano, porém, a chuva é a opção próxima menos poluída que o cidadão dispõe para atender as necessidades da casa ecológica.

Continue lendo “Como viver de água da chuva”

Captação de água da chuva

A água da chuva é destilada e cai sem cobrar impostos. Recolher essa água que vem do céu e aproveitá-la é uma tendência forte na busca de soluções para economizar água potável. A idéia é não perder a água da chuva que cai no telhado. Se ela não for captada, vai acabar se infiltrando na terra, ou então, pode ir para o sistema de águas pluviais urbano. Se esse sistema estiver sobrecarregado, a água não captada vai aumentar o caos dos alagamentos.

A água de chuva captada nos telhados não é potável porque entra em contato com impurezas por onde passa. No entanto, é boa para vários usos como descarga de vasos sanitários; lavagem de carros e calçadas ou irrigação de jardim. Em alguns casos, pode ser usada na lavagem de roupas.

Continue lendo “Captação de água da chuva”