Como viver de água da chuva

A captação de água da chuva para consumo residencial está começando a se popularizar, no entanto, a maioria dos projetos tem por objetivo substituir apenas parcialmente a água fornecida pela concessionária. Ainda são raras propostas mais radicais como a de viver apenas com água da chuva. A ideia pode parecer estranha para quem imagina a água como um líquido farto que brota daquele cano que vem da rua. Quem vive no sítio sabe que a água também pode vir do fundo da terra ou da mina ao pé da serra. Em meio urbano, porém, a chuva é a opção próxima menos poluída que o cidadão dispõe para atender as necessidades da casa ecológica.

Continue lendo “Como viver de água da chuva”

O desenterro do rio Ivo

Por esses dias eu passava de ônibus pela Rua dos Chorões em Curitiba. No meio dessa rua passa o Rio Ivo, um pequeno córrego que atravessa a região central da cidade. Uma senhora de cabelos brancos ao meu lado comentou:

— Que horror, não é mesmo? A prefeitura devia tapar esse esgoto.

Eu estava com meu filho de 11 anos e ambos permanecemos calados diante do comentário da senhora. A maneira de pensar dela é de uma época desenvolvimentista em que era perfeitamente aceitável transformar um rio em esgoto para garantir o crescimento da cidade. Esgoto segundo essa visão é uma coisa para ser escondida e não para ser tratada.

Continue lendo “O desenterro do rio Ivo”

Como reaproveitar a água da lavadora sem levar banho

A água que sai da máquina de lavar pode ser usada para lavar pisos, calçadas, carro e outras coisas laváveis com água de segunda mão. A ideia é ecológica, mas quem já tentou colocá-la em prática sabe que dá trabalho porque as máquinas de lavar não foram pensadas para os novos tempos ecológicos. O cidadão consciente tem que ficar de plantão do lado da máquina esperando chegar o momento exato do ciclo de lavagem em que ela começa a drenar água.

Continue lendo “Como reaproveitar a água da lavadora sem levar banho”

Captação de água da chuva

A água da chuva é destilada e cai sem cobrar impostos. Recolher essa água que vem do céu e aproveitá-la é uma tendência forte na busca de soluções para economizar água potável. A idéia é não perder a água da chuva que cai no telhado. Se ela não for captada, vai acabar se infiltrando na terra, ou então, pode ir para o sistema de águas pluviais urbano. Se esse sistema estiver sobrecarregado, a água não captada vai aumentar o caos dos alagamentos.

A água de chuva captada nos telhados não é potável porque entra em contato com impurezas por onde passa. No entanto, é boa para vários usos como descarga de vasos sanitários; lavagem de carros e calçadas ou irrigação de jardim. Em alguns casos, pode ser usada na lavagem de roupas.

Continue lendo “Captação de água da chuva”