Morar em 19 m2

Qual é o espaço mínimo para morar bem? Em São Paulo, uma construtora está vendendo apartamentos de 19 m2 de área útil destinados a quem mora sozinho. Trata-se de uma tendência, pois as pessoas estão casando mais tarde, se divorciando mais e vivendo mais. Morar com menos pode ser cool além de favorável ao meio ambiente. O desapego e a ecologia andam de mãos dadas e cada vez mais pessoas estão evitando espaços desnecessários, até porque passam pouco tempo em casa. O tamanho recomendável da moradia depende do estilo de vida de cada um, mas as dicas a seguir ajudam a reduzir sua necessidade de área construída.

Apartamento com 19m2
Fonte: UOL Economia


Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Baixe a planilha e faça um cálculo preciso do consumo de energia elétrica em sua casa. Download Assista ao vídeo e veja como usar a planilha.

Continue lendo “Morar em 19 m2”

Mitos sobre casas ecológicas

Antes de construir casas ecológicas precisamos demolir alguns mitos sobre esse tipo de construção se quisermos rumar para a sociedade sustentável.

Casas? Para começar, a casa ecológica não precisa ser uma casa. Pode ser um apartamento, talvez um loft, um sobrado, ou quem sabe, um flat. Não é o tipo da construção que garante selo verde a uma moradia e, sim, seu baixo impacto ambiental. Casa ecológica é a moradia com consumo de recursos bem mais baixo do que uma construção convencional. Mais baixo quanto? Não existe legislação para definir qual habitação pode receber o rótulo de “casa ecológica”, mas o bom senso recomenda que o consumo de recursos da casa realmente ecológica seja no máximo a metade do que se verifica em uma casa convencional. Isso quer dizer que a casa ecológica consome metade da água potável gasta em uma casa comum e dissipa no máximo metade da energia tragada pelas habitações convencionais. A regra do corte pela metade parece razoável para o estado da arte atual, mas temos que considerar que o conceito de casa ecológica está em constante evolução. O tempo passa, a tecnologia avança e daqui alguns anos o impacto ambiental das residências pode ficar abaixo do que conseguimos hoje com a adoção de novas práticas e tecnologias.

Continue lendo “Mitos sobre casas ecológicas”

Como viver de luz do sol

Que tal uma casa que não precisa da energia elétrica da rua? A ideia da casa ecológica que gera sua própria energia ainda é um projeto difícil de colocar em prática, mas não impossível. Com a tecnologia disponível no comércio já se consegue criar casas autônomas em energia elétrica. O custo é alto, mas tende a cair à medida que a indústria da energia limpa for se estruturando melhor.

Continue lendo “Como viver de luz do sol”

Mitos ambientais: morar na chácara é ecológico

Morar na chácara é o sonho de muita gente. Uma propriedade ampla com muito verde longe da agitação urbana; uma casa rústica, mas confortável; animais circulando pelo pátio e hábitos saudáveis de vida. Estamos falando de uma propriedade nos limites do perímetro urbano com área ampla usada principalmente como moradia. A chácara é muito boa para quem mora nela, mas e para o meio ambiente? Não está claro para a maioria que o morador de chácara pode ter um impacto ambiental bem mais alto do que o habitante de apartamento no centro da metrópole.

Continue lendo “Mitos ambientais: morar na chácara é ecológico”

Trabalhar em casa é ecológico? Depende

O trabalho em casa é um modelo muito antigo de produção que só na História recente deixou de ser predominante na economia. Meu avô Lourenço, por exemplo, era sapateiro e trabalha em uma oficina que ocupava o cômodo da sua casa voltado para a rua. O meu outro avô, Napoleão, era moleiro. As máquinas do moinho dele ficavam no pavimento inferior de sua casa. No pavimento superior, ficavam a venda e a área residencial da casa. Atualmente, o trabalho em casa é a opção de milhões de autônomos e micro empresários e mesmo grandes empresas adotam esse modelo com uma parte de seus funcionários. Até o presidente dos Estados Unidos trabalha em casa.

Continue lendo “Trabalhar em casa é ecológico? Depende”