Meu minimalismo: dúvidas

Eu tinha dúvidas se algumas práticas do meu cotidiano colidiam com a filosofia minimalista. Tentarei resumir as principais na sequência.

Valor sentimental. tenho em casa alguns objetos de valor sentimental como a tesoura de alfaiate do meu pai, a máquina de escrever que eu usava décadas atrás e a máquina de costura de minha mãe. A tesoura do meu pai ainda tem utilidade cotidiana. Ela corta bem. A máquina de costura é usada como aparador de sala e a máquina de escrever decora a estante. Não creio que um minimalista precise se desfazer de seus velhos bens sentimentais, mas pode tentar dar a eles um uso reciclado. Preservar a história familiar é mais importante do que radicalizar no destralhamento. O problema é se tudo para você tem valor sentimental.

Objetos de decoração. Uma casa minimalista pode ter objetos de decoração? Na minha casa tenho quadros e vasos, por exemplo. O ideal como sempre é que os objetos passem mensagens como uma história de família ou de viagem. A quantidade reduzida de objetos valoriza o que você tem. Quantidade elevada dá trabalho, dispersa a atenção e fica feio.

Coleções. Minimalista pode colecionar? Já colecionei várias coisas na vida, sempre de forma meio caótica. Atualmente, mantenho apenas uma modesta coleção de cédulas antigas bem cuidada e bem organizada. Imagino que se a coleção abarrota a casa algo não está certo. Minha coleção quase não ocupa espaço nem tempo meu. Com ela aprendo alguma coisa sobre História e Economia. Coleção boa não lhe absorve demais e tem razão de ser.

Tecnologias obsoletas. As tecnologias estão se sucedendo em velocidade assustadora. Rapidamente, a casa começa a acumular bens de diferentes gerações tecnológicas. O problema é que manter tecnologias obsoletas costuma dar trabalho e custar caro. O ideal é tentar migrar para as tecnologias mais recentes tendo em vista que costumam ser mais práticas e convenientes.

Veja também: Todos os países do mundo no Excel

Nesta planilha você encontra dados de todos os países do mundo, além de territórios autônomos e áreas em disputa. Com ela é possível fazer boas análises que interessam a quem gosta de Geografia, para quem viaja e a estudantes fazendo pesquisas. Faça o download grátis.

Assista ao vídeo com a análise dos dados da planilha.

Sua opinião me interessa