Mitos sobre casas ecológicas

Antes de construir casas ecológicas precisamos demolir alguns mitos sobre esse tipo de construção se quisermos rumar para a sociedade sustentável.

Casas? Para começar, a casa ecológica não precisa ser uma casa. Pode ser um apartamento, talvez um loft, um sobrado, ou quem sabe, um flat. Não é o tipo da construção que garante selo verde a uma moradia e, sim, seu baixo impacto ambiental. Casa ecológica é a moradia com consumo de recursos bem mais baixo do que uma construção convencional. Mais baixo quanto? Não existe legislação para definir qual habitação pode receber o rótulo de “casa ecológica”, mas o bom senso recomenda que o consumo de recursos da casa realmente ecológica seja no máximo a metade do que se verifica em uma casa convencional. Isso quer dizer que a casa ecológica consome metade da água potável gasta em uma casa comum e dissipa no máximo metade da energia tragada pelas habitações convencionais. A regra do corte pela metade parece razoável para o estado da arte atual, mas temos que considerar que o conceito de casa ecológica está em constante evolução. O tempo passa, a tecnologia avança e daqui alguns anos o impacto ambiental das residências pode ficar abaixo do que conseguimos hoje com a adoção de novas práticas e tecnologias.


Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Baixe a planilha e faça um cálculo preciso do consumo de energia elétrica em sua casa. Download Assista ao vídeo e veja como usar a planilha.

Continue lendo “Mitos sobre casas ecológicas”

Os sistemas da casa ecológica

Quando falamos de casa ecológica temos que considerar também outros tipos de moradia como apartamentos, lofts e condomínios. Todos esses tipos de construção podem ser chamados ecológicos desde que tenham em comum o baixo impacto ambiental. Para simplificar, aqui vamos levar em conta apenas a casa uni familiar construída em condições ideais que permitam a instalação dos sistemas mais promissores para a redução do impacto ambiental.

Uma casa ecológica é mais complexa do que uma casa convencional similar, pois tem mais sistemas que se integram entre si exigindo tecnologia mais avançada tanto para instalá-los como para mantê-los. Certamente, a casa ecológica é mais tecnológica do que a convencional. Vejamos os principais sistemas de uma casa ecológica modelo.

Continue lendo “Os sistemas da casa ecológica”

A casa sem esgoto

Imagine uma casa que não gera efluente líquido, o popular esgoto. Em vez de efluente, o único líquido que sai da casa é água com um nível de pureza que não traz riscos para o ambiente nem para a saúde das pessoas. Para realizar essa façanha em uma casa comum é preciso fazer uma série de adaptações e mudanças. Vejamos quais.

Continue lendo “A casa sem esgoto”

Rumo ao resíduo zero

A casa ecológica produz pouco resíduo sólido, graças a uma série de boas práticas dos moradores, mas será que é possível reduzir esse resíduo a zero? Provavelmente não no estágio atual da nossa sociedade, a menos que se adote um estilo radical de vida inviável para a maioria das pessoas. Uma volta pelos corredores do supermercado nos mostra que muitos produtos são vendidos em embalagens pouco ecológicas que vão gerar resíduo não reciclável mais adiante. O que fazer então? Passar fome ou viver de uma pequena horta orgânica plantada no quintal? Calma! A dificuldade não deve desanimar o cidadão ecológico, pois se não é possível zerar o resíduo da casa dá para amenizar bastante a situação tratando em casa uma parte dele, garantindo que todo o resíduo reciclável seja efetivamente reciclado e reduzindo ao mínimo o material não reciclável. Vamos fazer algumas contas de padeiro para ver até onde é possível chegar sem esforços hercúleos.

Continue lendo “Rumo ao resíduo zero”

Como viver de luz do sol

Que tal uma casa que não precisa da energia elétrica da rua? A ideia da casa ecológica que gera sua própria energia ainda é um projeto difícil de colocar em prática, mas não impossível. Com a tecnologia disponível no comércio já se consegue criar casas autônomas em energia elétrica. O custo é alto, mas tende a cair à medida que a indústria da energia limpa for se estruturando melhor.

Continue lendo “Como viver de luz do sol”