Impacto ambiental do transporte de pessoas

VN:F [1.9.22_1171]
Avalie
Rating: 4.0/5 (26 votes cast)

Vivemos em uma sociedade de movimentação contínua. Circulamos muito e se formos analisar por que fazemos isso chegaremos a uma conclusão simples: nos movimentamos demais porque o transporte é barato. Vivemos uma ilusão de fartura em transportes que está nos levando a um colapso de recursos naturais. A paisagem urbana contemporânea é marcada pelas vias de circulação. Em áreas urbanas, as vias de circulação ocupam tanto espaço quanto as de habitação. Infelizmente, ainda há pessoas que vêem em viadutos e em grandes avenidas uma marca de progresso, mas a consciência ecológica nos levará a uma revisão de nossos hábitos de transporte. Reduzir é a solução preferencial. A solução de impacto ambiental zero é não ir. Por isso, tente resolver seus problemas por telefone, pela Internet ou por vídeo conferência. Se não for possível reduzir, devemos racionalizar o transporte com iniciativas como resolver vários compromissos em um único deslocamento ou levar mais pessoas no mesmo veículo. Nessa mesma linha, devemos optar pela forma de transporte com menos impacto.

Aqui, vamos tentar estabelecer uma escala de impacto para o transporte pessoal. Observe a tabela e se quiser saber como os meios de transporte foram classificados, veja na seqüência os critérios adotados.

Classe Impacto ambiental Meio de transporte de pessoas
A Muito baixo Caminhada
Bicicleta
B Baixo Tração animal (cavalo, jegue, boi)
Metrô
Ônibus elétrico
Trem elétrico
C Médio Ônibus a diesel
Carro a álcool
Carro a gás natural (4 passageiros)
Carro a gasolina (4 passageiros)
D Alto Motocicleta
Carro a gasolina (1 passageiro)
Carro a gás natural (1 passageiro)
Avião de carreira de grande porte
Veículo a diesel (4 passageiros)
E Muito alto Veículo a diesel (1 passageiro)
Helicóptero
Avião a jato executivo

Para entender como a tabela foi montada, consulte a planilha de dados clicando aqui. (Formato Excel xls).

A classificação de alguns meios de transporte pode surpreender. As motocicletas são colocadas na classe D porque a tecnologia de seus motores gera muito monóxido de carbono. Os aviões de carreira consomem muito combustível, mas estão no mesmo patamar de um carro a gás que transporta um passageiro. Isso porque esses aviões transportam muitos passageiros e dessa forma diluem o seu consumo. Os veículos a diesel que levam apenas um passageiro ficam na classe E porque combinam alto consumo de combustível com a maior poluição gerada pelo diesel se comparado a outros combustíveis.

Fatores de impacto ambiental

A seguir, os fatores considerados para a análise de impacto ambiental do transporte de pessoas.

Aumento de gás carbônico na atmosfera. Esse é um dos itens de maior impacto na atualidade. Meios de transporte que aumentam o gás carbônico atmosférico ampliam o aquecimento global. Veículos a álcool não ampliam o efeito estufa pois o gás carbônico que geram foi retirado do ar durante o crescimento da cana e o ciclo é fechado. Veículos elétricos (ônibus, trens e metrô) no Brasil pouco influenciam o aquecimento global porque nossa energia elétrica é quase toda produzida em hidrelétricas. Veículos que usam combustíveis de petróleo são os vilões nesse quesito. Estão nessa categoria os que usam gasolina, gás natural, diesel e querosene de aviação. Carros com motores grandes têm impacto maior porque consomem mais combustível por quilômetro rodado.

Geração de poluentes. O gás carbônico não é o único poluente gerado por veículos motorizados. Temos que considerar também a fuligem; o monóxido de carbono; gases de nitrogênio e enxofre e substâncias que contém metais pesados. Nesse quesito, álcool e gás natural são os combustíveis mais limpos e o diesel, o que mais gera poluição.

Impacto da produção da fonte de energia. Os meios de transporte usam várias fontes de energia: álcool, gás natural, gasolina, diesel, querosene de aviação, eletricidade, etc. Cada uma dessas fontes tem um impacto ambiental de produção. O impacto ambiental de produção do álcool é alto se comparado com o do gás natural, que exige basicamente a perfuração do poço e a canalização do gás.

Impacto da fabricação do veículo. A fabricação do veículo consome muitos materiais e recursos energéticos. A maioria dos veículos motorizados consome muito aço e plástico. No caso dos aviões, o consumo de alumínio é grande. Os veículos mais sofisticados têm uma cadeia de produção cara.

Impacto das vias de circulação. Para circular, os veículos precisam de vias. O carro, é o meio de transporte que causa maior modificação na paisagem, tanto urbana como rural. As ruas e estradas causam grande impacto ambiental. Exigem grandes movimentações de terra, impermeabilizam o solo, prejudicam a circulação da fauna nas áreas rurais, etc. O metrô exige grandes obras subterrâneas, mas tem um volume de utilização alto. Os trens também precisam de vias de circulação caras. Nesse sentido, os aviões levam vantagem, pois só precisam de estrutura no pouso e na decolagem.

Impacto ambiental do transporte de pessoas, 4.0 out of 5 based on 26 ratings

Sobre Radamés

Engenheiro químico curitibano pela UFPR, produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.
Esse post foi publicado em Transporte com a(s) tag(s) , , , . Coloque o link permanente como favorito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


8 × sete =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>