Famílias de cédulas brasileiras II

As primeiras edições do Cruzeiro

Conheça as famílias de cédulas que circularam no Brasil desde a Independência até os dias atuais. São vinte e cinco famílias em 197 anos de Brasil independente, o que dá uma média de uma família criada a cada oito anos. A pouca longevidade de nossas cédulas reflete as turbulências econômicas e a inflação alta que corroeu o poder aquisitivo do papel moeda em vários momentos de nossa história.

Neste post temos o período com as duas primeiras edições do cruzeiro.

Cruzeiro segunda edição segunda família

A segunda família de cruzeiros foi criada para acompanhar o ritmo da inflação aumentando progressivamente o valor de face das cédulas. Iniciada em 1981 essa família circulou até 1990 convivendo por algum tempo com o cruzado que sucedeu o cruzeiro. A nota de 1000 cruzeiros, o popular barão, é um pouco diferente da versão lançada na família anterior. As efígies são variadas, sendo três delas de militares. Há dois padrões de design nessa família, mas o destaque fica para as cédulas simétricas que olhadas de ponta cabeça exibem a mesma imagem.

Família de cédulas cruzeiro 2a. edição
  • Cédulas: 8
  • Produção: 1981 – 1986
  • Circulação: 1981 – 1990
  • Emissão: Banco Central do Brasil
  • Impressão: Casa da Moeda do Brasil

Cruzeiro segunda edição primeira família

Essa família do cruzeiro foi lançada em 1970 durante o Regime Militar e circulou até 1990. As cédulas de 1 a 100 apresentam um design peculiar. São homenageados a República, nossos dois imperadores e os dois primeiros presidentes do país.

Família de cédulas Cruzeiro 2a. edição

Duas cédulas foram acrescentadas mais tarde à família mas não mantem a unidade de design das primeiras cédulas do conjunto. A de 500 cruzeiros é comemorativa dos 150 anos de Independência do Brasil.

Família de cédulas Cruzeiro 2a. edição
  • Cédulas: 7
  • Produção: 1970 – 1986
  • Circulação: 1970 – 1990
  • Emissão: Banco Central do Brasil
  • Impressão: Casa da Moeda do Brasil

Cruzeiro novo

Esta família mantém o design da família anterior e apenas acrescenta um carimbo com o novo nome e valor de face das cédulas. Foi uma estratégia de transição para o cidadão se acostumar com o novo padrão monetário que cortou três zeros no valor de face do papel moeda. A mesma estratégia se repetiria várias vezes em décadas seguintes para compensar a inflação acelerada. Lançado em 1967 no Regime Militar o cruzeiro novo foi substituído pela segunda edição do Cruzeiro em 1970.

  • Cédulas: 8
  • Produção: 1966 – 1970
  • Circulação: 1966 – 1970
  • Emissão: Banco Central do Brasil
  • Impressão: Thomas de La Rue

Cruzeiro primeira edição segunda família

As duas famílias da primeira edição do Cruzeiro são semelhantes. As duas famílias se distinguem pelas cores. Enquanto na primeira família todas as cédulas tem tom azul na frente, as da segunda família tem cores variadas combinando com a cor do verso. A nota de 5000 cruzeiros não segue a unidade de design das outras cédulas. Essa família foi introduzida em 1948 no governo Dutra e circulou até a década de 1970. São homenageadas figuras da Política nacional dos períodos colonial, império e república, destaque para Getúlio Vargas ainda vivo na época do lançamento. Produzidas pela gráfica inglesa Thomas De La Rue.

Família de cédulas do cruzeiro primeira edição

Em 1961 foi lançada a cédula de 5 reais com efígie do índio e impressa na Casa da Moeda do Brasil.

  • Cédulas: 11
  • Produção: 1948 – 1966
  • Circulação: 1948 – 1970
  • Emissão: Tesouro Nacional
  • Impressão: Thomas de La Rue

Cruzeiro primeira edição primeira família

A primeira edição do cruzeiro foi lançada em 1943 no governo Vargas para padronizar o meio circulante que tinha dezenas de cédulas de mil réis na rua. Produzida pela American Bank Note Company essa família vai de 1 a 10.000 e tem unidade de design, exceto pelas cédulas de 5.000 e 10.000 que fogem um pouco ao padrão. Foi produzida até meados da década de 1960 e circulou até a década de 1970. Os homenageados nas efígies são de vários períodos históricos, incluindo Getúlio Vargas que era presidente no lançamento da família.

Família de cédulas cruzeiro primeira edição
  • Cédulas: 12
  • Produção: 1943 – 1966
  • Circulação: 1943 – 1974
  • Emissão: Tesouro Nacional
  • Impressão: American Bank Note Company

Cruzeiro réis carimbados

Na transição do mil-réis para cruzeiro iniciada em 1942 as notas de mil-réis foram carimbadas com o novo nome e valor de face que teriam dali em diante. Dessa forma, a população se adaptou gradativamente ao novo padrão monetário. Essas cédulas circularam até 1953.

Família de cédulas mil-réis cruzeiro carimbadas
  • Cédulas: 7
  • Produção: 1942 – 1944
  • Circulação: 1942 – 1953
  • Emissão: Tesouro Nacional
  • Impressão: American Bank Note Company

Veja também: Todos os países do mundo no Excel

Nesta planilha você encontra dados de todos os países do mundo, além de territórios autônomos e áreas em disputa. Com ela é possível fazer boas análises que interessam a quem gosta de Geografia, para quem viaja e a estudantes fazendo pesquisas. Faça o download grátis.

Assista ao vídeo com a análise dos dados da planilha.

Sua opinião me interessa