Coleta especial de resíduos

Alguns materiais presentes no lixo requerem coleta especial. São os produtos perigosos, os que apresentam risco à saúde pública, os que são reciclados por empresas especializadas, etc. Veja a seguir, os principais casos de coleta especial.

  • Agrotóxicos. As embalagens de agrotóxicos devem ser devolvidas aos fabricantes. As embalagens devem ser enxaguadas três vezes com água antes do envio para a coleta seletiva. A água usada no enxágüe deve ser aproveitada na aplicação do produto. Depois do enxágüe devem ser inutilizadas, ou seja, furadas ou cortadas para evitar que sejam utilizadas.
  • Baterias e pilhas. As baterias e pilhas são fabricadas com metais como chumbo e cádmio. Lançados na natureza, esses metais acabam contaminando a água e são causadores de doenças graves ao ser humano. Baterias e pilhas devem ser devolvidas aos fabricantes que tomarão as providências para sua reciclagem.

Lixeira para materiais perigosos – baterias e pilhas

  • Caliça. As sobras de demolições e de obras civis podem ser usadas na produção de materiais de construção. Em algumas cidades existe coleta especial para esse tipo de resíduo.
  • Lâmpadas. Alguns tipos de lâmpada liberam gases perigosos à saúde quando quebradas, por isso, devem ser recolhidas inteiras e enviadas ao fabricante que tomará as providências para sua reciclagem.
  • Lixo hospitalar. Estão nessa categoria embalagens de remédios, ataduras, gazes, seringas, agulhas, etc. Esse tipo de material não deve ir para o lixo comum, pois pode propagar doenças, causar intoxicações, etc. Normalmente, o lixo hospitalar é incinerado. Algumas cidades possuem coleta especial para resíduo hospitalar.


Veja também: Simulador de consumo de energia em Excel

Baixe a planilha e faça um cálculo preciso do consumo de energia elétrica em sua casa. Download Assista ao vídeo e veja como usar a planilha.

Lixeira branca para lixo hospitalar

  • Óleo de cozinha usado. O óleo comestível não deve ser lançado no lixo comum, no solo ou na rede de esgoto. Quando é lançado no solo, contamina os lençóis subterrâneos de água. Na rede de esgoto, causa o entupimento das tubulações. O óleo usado deve ser coletado em um frasco e enviado para uma empresa que pode utilizá-lo como matéria prima para novos produtos como sabão, por exemplo.
  • Pneus velhos. O pneu tem um ciclo de vida muito longo. Permanece no ambiente por séculos sem se decompor. A água da chuva se acumula neles, que passam a servir de incubadora para larvas de mosquitos como o da dengue. A reciclagem de pneus deve ser feita em empresas especializadas. Com o pneu velho é possível fabricar asfalto, por exemplo. No Brasil, por lei, os fabricantes de pneus são responsáveis pela reciclagem dos pneus velhos. Informe-se como devolver os pneus velhos ao fabricante em sua cidade.
  • Sobras de jardinagem: esse lixo é formado por folhas, galhos, raízes, enfim, por matéria orgânica que pode ser aproveitada, inclusive para gerar adubo. Em algumas cidades, existe coleta especial para resíduos de jardinagem.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

3 pensamentos em “Coleta especial de resíduos”

  1. Tenho uma embalagens de veneno para ratos, comprado em loja autorizada, a qual necessito me desfazer. A embalagem pede que entreguemos em local autorizado, mas não encontro qualquer possibilidade de descarte seguro. Agradeço qualquer sugestão.

Sua opinião me interessa