Arquivo da tag: grafologia

Ponto e vírgula

Usa-se ponto e vírgula em lugar da vírgula para representar, em alguns casos, a correspondente pausa sintática do discurso oral. Não há uma regra que obrigue o uso do ponto e vírgula. Fica a critério do redator empregá-lo quando desejar organizar melhor os itens que compõem o período. Em um período com muitas vírgulas, por exemplo, o ponto e vírgula é útil para delimitar os segmentos maiores do período. Vejamos casos em que é empregado.

Continue lendo Ponto e vírgula

Ponto de interrogação

O ponto de interrogação é colocado no final de frases interrogativas. No discurso oral, a principal indicação de que temos uma frase interrogativa é dada pela entonação típica das frases interrogativas. No discurso escrito, essa indicação é feita pelo ponto de interrogação.

Continue lendo Ponto de interrogação

Ponto de exclamação

Usa-se o ponto de exclamação em vez do ponto simples quando se deseja indicar que a entonação do período é enfática, emocionada, intensa. Trata-se de um artifício retórico para induzir a leitura do período de forma diferenciada, supondo um estado emocional compatível com o sentido portado. Veja exemplos:

Continue lendo Ponto de exclamação

Ponto

O ponto tem uso ortográfico em dois casos: para indicar o fim de período declarativo e no final de abreviaturas (ex.: Sr., a.C., V.Sa.). No primeiro caso, a função é sintática e equivale à pausa do discurso oral. No segundo caso, trata-se de uma convenção ortográfica para orientar a leitura e sem correspondência no discurso oral.

Continue lendo Ponto

Parênteses

Os parênteses ocorrem aos pares e devem ficar unidos ao enunciado que delimitam. A função básica dos parênteses é delimitar intercalações dentro de um período. Por exemplo:

São Paulo (maior cidade do Brasil) é uma metrópole de contrastes.

Também usa-se os parênteses em alguns casos para delimitar o segundo item de uma aposição.

Continue lendo Parênteses