Apóstrofo

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 3.5/5 (20 votes cast)

Há três situações de uso do apóstrofo ( ‘ ) a considerar, conforme veremos na seqüência.

Para analisar a primeira situação, vejamos os exemplos:

Olho-d’água.

Pau-d’arco.

Os usos dicionarizados do apóstrofo são restritos a alguns casos em que a preposição de se aglutina com a palavra seguinte, resultando em elipse de fonema. São casos em que a pronúncia elíptica se tornou predominante. O apóstrofo explicita a elipse do fonema /ê/. Por outro lado, observe que embora possamos invocar uma hipotética supressão de fonemas nos exemplos a seguir, as representações com apóstrofo são inaceitáveis:

* Lembro d’aquele rapaz.

* Agiu d’um jeito estranho.

Nesses casos, somente a consulta ao dicionário nos dirá quando se usa o apóstrofo e quando não.

No segundo caso de uso, o apóstrofo indica a elipse de um ou mais fonemas quando se quer representar pronúncias não previstas pela variante culta. Com o apóstrofo, se registra pronúncias elípticas coloquiais como nos exemplos seguintes:

Vam’ nessa.

‘Tá tudo bem.

O apóstrofo já foi bastante empregado pelos poetas no passado para representar pronúncias elípticas, visando uma adequação da métrica do poema.

‘Stamos em pleno mar… (Castro Alves – O Navio Negreiro)

Esse segundo uso do apóstrofo é peculiar, pois envolve uma transgressão consciente da ortografia oficial. Recomenda-se critério no seu emprego, ficando reservado aos redatores experientes.

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa prescreve um terceiro uso do apóstrofo. É a separação em duas partes de uma palavra aglutinada quando uma das partes pertence a uma locução continuada na seqüência, como nos exemplos a seguir:

Li n’O Globo.

Está escrito n’Os Sertões.

Encenação d’A Moratória.

Apóstrofo, 3.5 out of 5 based on 20 ratings

Sobre Radamés

Engenheiro químico curitibano pela UFPR, produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.
Esta entrada foi publicada em Grafologia e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

4 respostas a Apóstrofo

  1. Daniel Barão Dozza disse:

    Pode-se usar apóstrofo com nomes de lugares e pessoas?
    Ex: Ele veio de Andorra -> Ele veio d’Andorra
    As teorias de Albert Einstein -> As teorias d’Albert Einstein.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: -1 (from 5 votes)
    • Caroliny disse:

      Olá meu nome é Caroliny não pode porque nomes de pessoas e cidades são proprio somente nomes comuns rsrs bjs

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +1 (from 1 vote)
    • Bianca disse:

      Oii pode sim porque também existem nomes de pessoa com apostrofo foi um prazer te ajudar beijos.. <3

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +1 (from 1 vote)
  2. pode porque temtantos nomes de pessoas com apostrofo

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 2 votes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


8 + = dezessete

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>