Trocadilho

O trocadilho resulta de uma semelhança formal entre dois enunciados, por vezes, um deles elíptico, semelhança que pode chegar à identidade. Alguns trocadilhos relacionam uma paráfrase com seu parafraseado. Os trocadilhos elípticos não deixam de ser um tipo de ambigüidade intencional.  O trocadilho pode ser intencional ou acidental, como ocorre na cacofonia.

Tipos de trocadilho

Fonológicos

  • Alterações nas pausas. Resultam da alteração na colocação das pausas. Exemplos: Dever de ver, Lavrador lavra dor,Por cada versus porcada.
  • Entre homófonos.Exemplo: Sem conserto do piano não há concerto.
  • Entre parônimos. Exemplo: Os integralistas diziam: Deus, Pátria e Família e o Barão de Itararé contra-atacava com o slogan: Adeus, Pátria e Família.
  • Entre polissemias. Exemplo: O que você faz aqui? Nada.Slogan de uma escola de natação.

Um trocadilho fonológico pode ser visto como rima.

Sintáticos

  • Permuta de posições. Exemplo: Homem grande versusgrande homem.
  • Permuta de funções sintáticas. É a antimetábole. Exemplos: Come para viver ou vive para comer?Ou o Brasil acaba com a saúva ou a saúva acaba com o Brasil.

Semânticos

  • O sentido imediato pelo sentido largo. Inclui o caso da locução pela frase não entendida como locução.
  • O signo pelo significado. Exemplo: Qual o nome do produto? É Sem Nome.
  • Usar o mesmo termo duas ou mais vezes num enunciado, e em cada uso com sentido diferente. É a antanáclase. Ex.: Em vão os sonhos se vão.
  • Contextuais. São os qüiproquós.
  • O termo elíptico por outro. Exemplo: Mineira gostosa. Slogan de um restaurante de comida mineira.
  • Atribuir o mesmo determinado da atribuição anterior para a próxima atribuição. Exemplo: Dizer mais com menos. Neste trocadilho mais se refere à mensagem emenos ao discurso. O trocadilho resulta de se atribuirmenos à mensagem.

Cacofonia

É o trocadilho fonológico acidental e cômico em que o enunciado elíptico implícito, inesperado pelo emissor resulta no chulo, obsceno, no grotesco, etc.

Funções do trocadilho

O efeito do trocadilho resulta da observação de duas formas semelhantes com sentidos relacionados de alguma forma. Há trocadilhos com intenção crítica, na qual se deseja transferir para um enunciado o suscitado pelo outro, geralmente da paráfrase para o parafraseado. Há ainda o caso do trocadilho em que o efeito resulta da relação que media os dois enunciados. No exemplo do trocadilho do Barão de Itararé: ‘Adeus, Pátria e Família’ o cômico resulta da relação de oposição extrema entre a paráfrase e o parafraseado.


Veja também: Conjugador de verbos em Excel

Para provar que existe lógica em nossa língua resolvi criar um conjugador de verbos em Excel. Baixe a planilha e use no celular ou no computador. Download Assista ao vídeo, veja como a planilha funciona e entenda melhor o nosso sistema de verbos.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

1 pensamento em “Trocadilho”

  1. Professor Radamés, esclareça-me uma dúvida…
    Vírus ebola ser transformado em vírus rebola a fim de produzir um chiste, encaixa-se na categoria de trocadilhos, seria uma sátira ou uma sátira a partir de um trocadilho?
    Forte Abraço
    Att
    André Luís

Sua opinião me interessa