A diferença entre edição e manipulação de imagens

Sabemos que o Photoshop faz milagres que nenhum cirurgião plástico seria capaz. Esse software remove celulite, empina bumbum e aumenta seios como se fosse mágica. Estamos falando do exemplo clássico da manipulação de imagens, mas a manipulação vai além. Quando abrimos uma embalagem de pizza pronta e encontramos um produto chocho que em nada lembra a foto apetitosa que está na tampa aí temos manipulação a serviço da propaganda enganosa.  O mesmo acontece quando chegamos a um parque aquático e não encontramos aquela água azul e cristalina que vimos no prospecto da agência de turismo. Mais grave ainda é a multiplicação de eleitores em comícios de políticos inescrupulosos. Vamos lembrar que a manipulação de imagens é anterior ao Photoshop; prova disso é a foto abaixo em que Kamenev e Trotsky foram apagados a mando de Stálin na tentativa de reescrever a história russa. Esses casos de alteração indevida podem nos levar à conclusão que toda modificação da imagem original é maligna, mas o fato é que raramente uma foto nasce pronta. Quase todas precisam de algum tratamento, inclusive para deixá-las mais naturais e verdadeiras.

Lenin discursando


Veja também: Planilha de filmes para cinéfilos

Quer organizar melhor a sua lista de filmes assistidos ou favoritos? Então baixe a planilha a seguir e tenha um controle de suas viagens pelo mundo do cinema.
Download
Assista ao vídeo e veja como a planilha funciona. .

Continue lendo “A diferença entre edição e manipulação de imagens”

Fotos e fotógrafos

Fotos icônicas de fotógrafos consagrados. Para quem gosta de fotografia, uma série de fotos marcantes de fotógrafos do mundo todo feitas em diferentes épocas. A seleção é pessoal, mas espero que inspire as pessoas a pesquisarem mais sobre cada fotógrafo apresentado aqui.

Continue lendo “Fotos e fotógrafos”

Clicks regulamentados

Circula no Congresso Nacional projeto de lei que regulamenta a profissão de fotógrafo. De autoria do deputado Fernando Torres (PSD – BA) o projeto foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e cidadania da câmara em abril/14 e segue para aprovação no senado. Mais uma profissão caminha para a regulamentação no Brasil, mas afinal, regulamentação é bom para quem?

A constituição brasileira garante o exercício de qualquer profissão a qualquer pessoa, salvo nos casos definidos em lei. É razoável que nossos legisladores coloquem restrições ao exercício de algumas profissões quando houver interesse coletivo em jogo ou risco para a população.  A profissão de médico, por exemplo, é o caso clássico de atividade profissional que coloca em risco a vida humana e, portanto, deve se sujeitar a rigorosas exigências de qualificação. Da mesma forma, os pilotos de avião precisam passar por treinamento e avaliação antes de pegarem no manche. Rigor semelhante não se deve exigir de um decorador de interiores, pois o pior dano que esse profissional pode causar é uma decoração simplesmente horrorosa. E a profissão de fotógrafo? Seria uma dessas atividades que necessitam de controle do estado?

Lambe lambe

Continue lendo “Clicks regulamentados”

Instagram versus Flickr

O Instagram tem recebido os holofotes da imprensa desde que começou a fazer sucesso. A novidade mais recente da dessa rede social de fotografias, porém não teve a repercussão desejada. Estamos falando da atualização polêmica de seus termos de uso. Quem leu e interpretou o texto diz que o Instagram pode comercializar as fotos publicadas no serviço sem pedir autorização ao fotógrafo e, pior, sem ter que remunerá-lo. A incerteza sobre o destino das fotos publicadas no Instagram causou uma corrida pelo descadastramento do serviço. A revista National Geographic, por exemplo, desativou sua conta no Instagram até que haja melhores esclarecimentos sobre a questão dos direitos autorais.

Continue lendo “Instagram versus Flickr”

Para que serve o Instagram?

O Instagram serviu para seus criadores embolsarem 1 bilhão de dólares vendendo o produto para o Facebook. Uma das funções do Intagram, portanto, é alimentar a crença popular de que qualquer jovem talentoso com uma boa ideia na cabeça e um computador nas mãos podem fazer fortuna repentina no admirável mundo novo da Internet. Mas para que serve o Instagram além disso? Antes, vamos esclarecer para as pessoas normais que o Instagram é um app que combina editor de fotografias com rede social. É um programinha que você instala em celulares do tipo smartphone, tira uma foto com o celular, edita a imagem no Instagram e publica na rede social do aplicativo. Até pouco tempo atrás ele só funcionava em um smpartphone específico: o iPhone, mas agora está disponível também para smarts Android. Os céticos dirão: editores de imagem existem muitos por aí e redes sociais onde dá para publicar fotos também. Então, qual é a função do Instagram? Digamos que a ideia dele é editar e publicar fotos mais rapidamente, de um jeito mais descolado. Até pouco tempo atrás, publicar uma foto no Instagram era símbolo de status, afinal só quem tinha um iPhone podia participar dessa seleta rede social de fotos estilosas. Olhando por esse ângulo, a verdadeira função do Instagram é mais sociológica do que tecnológica. Um pouco da aura de exclusividade do Instagram se perdeu quando ele foi liberado para celulares com Android, mas convenhamos, ter um smarthpone com pacote de dados, seja qual for, é um dos símbolos de status da atualidade.

Continue lendo “Para que serve o Instagram?”