Men in black e os cucarachas

Esses tempos de terrorismo globalizado em que vivemos me faz lembrar do filme Homens de Preto. Não sei se sou o único a implicar com os filmes da série embora tenha me divertido bastante com eles. Mas é impossível não fazer algumas perguntas depois de assisti-los: por que o perigoso inimigo alienígena que quer dominar o planeta é justamente uma barata gigante? Por que os aliens estão sempre disseminados na sociedade americana e envolvidos em atividades prosaicas e insuspeitas? Por que alguns aliens são do bem e outros são do mal? Por que alguns são úteis e outros devem ser banidos do planeta? Por que a tarefa de livrar o planeta da escória do universo cabe a alguns poucos iluminados que vestem preto? Por que a tarefa de proteger o planeta cabe a tão poucos que carregam tão pesado fardo?


Veja também: Planilha de filmes para cinéfilos

Quer organizar melhor a sua lista de filmes assistidos ou favoritos? Então baixe a planilha a seguir e tenha um controle de suas viagens pelo mundo do cinema.
Download
Assista ao vídeo e veja como a planilha funciona. .

Continue lendo “Men in black e os cucarachas”

Seven

O martírio como espetáculo

Se7en
Direção de David Fincher
1995 : EUA : 128 min
Com Morgan Freeman (Somerset),
Brad Pitt (Mills),
Gwyneth Paltrow (Tracy) e
Kevin Spacey

As cenas iniciais nos mostram o velho detetive Somerset se preparando para ir ao trabalho. A colcha impecavelmente alisada, os objetos pessoais alinhados sobre a cômoda. Um homem metódico e solitário, diferente de seu novo parceiro, o impetuoso e afoito Mills (Brad Pitt) que nunca desfaz o nó da gravata e vive em conflito com sua bela mulher (Gwyneth Paltrow). Falta pouco para Somerset se aposentar e Mills está chegando à cidade grande disposto a conquistar espaço. O destino lhes reserva um caso difícil e logo surge uma aversão mútua entre os dois, no entanto, veremos que eles são opostos que se complementam: a experiência de um e o vigor do outro; o altruísmo do jovem e o ceticismo do velho; racionalidade de Somerset e a impulsividade de Mills.

Continue lendo “Seven”

Underground – mentiras de guerra

O bom e o mau comunista

Underground
Direção de Emir Kusturica
1995 : França/Iugoslávia :  194 min
Com Miki Manoljovic (Marko),
Lasar Rostowski (Crni) e
Mirjana Jokovki (Natalija).

A capa do DVD de Underground nos mostra uma imagem de extraordinária força: uma bela loira dança excitada em volta do canhão de um tanque de guerra. O poder das armas seduz e corrompe. Esta é apenas uma das muitas metáforas de Underground, filme que conta através do realismo fantástico a trajetória da antiga Iugoslávia, desde o período da invasão nazista na II Guerra Mundial até o seu esfacelamento no final do século XX.

Marko, Crni e Natalija formam o triângulo amoroso central da trama. Marko e Crni, embora muitos achem essa combinação improvável, são comunistas e bon vivants. Eles lutam na resistência contra os nazistas, mas adoram uma boa mesa e uma bela bunda. Esses dois grandes amigos unidos por uma causa vão trilhar caminhos distintos e disputarão o amor da mesma mulher: Natalija, que é atriz e não se apega a ideologias. Ora ela pende para o idealista, ora para os braços do oportunista, mas como gosta da boa vida está sempre mais próxima do oportunista. Será que essa é a imagem que Kusturica faz dos artistas do período comunista iugoslavo?

Continue lendo “Underground – mentiras de guerra”