Parênteses

Os parênteses ocorrem aos pares e devem ficar unidos ao enunciado que delimitam. A função básica dos parênteses é delimitar intercalações dentro de um período. Por exemplo:

  • São Paulo (maior cidade do Brasil) é uma metrópole de contrastes.

Também usa-se os parênteses em alguns casos para delimitar o segundo item de uma aposição.

  • Acontece hoje a sessão inaugural da Organização das Nações Unidas (ONU).

Quando delimitam intercalações e aposições, os parênteses têm a mesma função da vírgula e correspondem à pausa de valor sintático do discurso oral.

Outros usos especializados podem ser citados, como por exemplo:

Delimitar as referências de uma citação.

  • “Ao vencedor, as batatas!” (Quincas Borba – Machado de Assis.)

Delimitar o período de vida de uma pessoa.

  • Carlos Drummond de Andrade (1902 – 1986).

Indicar possibilidades alternativas de leitura.

  • Prezado(a) usuário(a).

O sinal de pontuação pode ficar interno aos parênteses ou externo, conforme o caso. Fica interno quando há uma frase completa contida nos parênteses. Exemplos:

  • Eu suponho (E tudo leva a crer que sim.) que o caso está encerrado.
  • Vamos confiar (Por que não?) que cumpriremos a meta.

Se o enunciado contido entre parênteses não for uma frase completa, o sinal de pontuação ficará externo.

  • O rali começou em Lisboa (Portugal) e terminou em Dacar (Senegal).

Veja também outros sinais ortográficos:

Veja também:

Temos que falar o português correto? Uma questão polarizada há décadas.

Download gratuito:

  Conjugador de verbos em Excel

   Narratologia – a arte de contar histórias

   Elementos de Retórica

1 pensou em “Parênteses

  1. Parênteses pode ser usado para expressar eliminação de palavras escritas em redação que não faz parte do pensamento expresso?

Sua opinião me interessa