Aposição sintática

A aposição ocorre quando dois ou mais segmentos distintos ocupam a mesma posição na estrutura sintática do enunciado. Veja o exemplo:

  • Olavo Bilac, o Príncipe dos Poetas, pertenceu à escola parnasiana.

O segmento Olavo Bilac, ocupa a mesma posição na estrutura sintática da frase que o Príncipe dos poetas. Ambos podem ser tratados como sujeito da frase. Tanto é verdade que podemos parafrasear o exemplo acima da seguinte forma:

  • Olavo Bilac pertenceu à escola parnasiana.
  • O Príncipe dos Poetas pertenceu à escola parnasiana.

A aposição é uma espécie de repetição do item com outras palavras. É um recurso usado com funções diversas como explicitar outras possibilidades de nomeação, especificar melhor o que foi dito na primeira citação, agregar outras informações à mensagem, etc.

A aposição é formada por dois ou mais segmentos e se um deles for suprimido, mesmo assim continuamos tendo um enunciado aceitável. Os segmentos que compõem uma aposição se alternam na estrutura sintática sem problemas. Em muitos casos, um desses itens é citado entre vírgulas, ou entre pausas, mas não vamos estabelecer diferença de status entre um e outro, até porque podem comutar suas posições na estrutura sintática. Observe:

  • O Príncipe dos Poetas, Olavo Bilac, pertenceu à escola parnasiana.

Sintaxe

Veja também:

Temos que falar o português correto? Uma questão polarizada há décadas.

Download gratuito:

  Conjugador de verbos em Excel

   Narratologia – a arte de contar histórias

   Elementos de Retórica

Sua opinião me interessa