O tripé de quatro pernas da fotografia

O mundo é a cada dia mais fotografado, pois quase todos dispõem de algum dispositivo fotogafatório à mão. Boas fotos, porém, continuam sendo mais ou menos raras. Fotografar é fácil, tirar boas fotos é outra história. No meu entendimento de amador que há pouco tempo se dedica de forma mais sistemática aos cliques, há quatro fatores que influem na boa fotografia.

Motivo. Digamos que eu queira fotografar a geada no Jardim Botânico de Curitiba. Taí um bom motivo, trata-se de um fenômeno climático de inegável beleza que só ocorre de vez em quando . Melhor ainda se for registrado em um local fotogênico como o Jardim Botânico da minha cidade. Escolher bem os motivos é o primeiro passo da boa foto. Alguns motivos, obviamente, não podem ser escolhidos. Eles simplesmente cruzam nosso caminho e nos escolhem. Se você estiver de prontidão, ótimo, caso contrário, fica para a próxima.

Produção. Para fotografar a geada no Jardim Botânico é preciso um esforço de produção. O primeiro item da lista é a câmera, claro. Além disso, é preciso esperar o inverno chegar, ficar de olho na previsão do tempo. O fotógrafo tem que pular da cama na madrugada gelada e correr até o Jardim Botânico, pois o espetáculo é de curta duração.

Técnica. De nada adianta chegar no Jardim Botânico em uma bela manhã gelada com câmera em punho se você não dominar a técnica do uso do equipamento. ISO, distância focal, profundidade de campo, tempo de exposição, abertura do diafragma, tudo precisa der regulado para produzir a melhor captura. E depois disso há o trabalho de edição da foto em um bom programa de tratamento de imagens, etc.

Arte. Por último, mas talvez em primeiro na importância, está a arte, pois a fotografia não é ciência e não se resume à técnica. De nada adianta o melhor equipamento aliado à melhor oportunidade se o fotógrafo não tem bom olho para a coisa. A arte influencia todos os demais fatores. É a arte que nos sugere o motivo, que determina a produção e que faz bom uso da técnica. Com arte escolhemos o enquadramento, a luz, a composição, ajustamos o contraste e a saturação e colocamos poesia na imagem.


Veja também: Planilha de filmes para cinéfilos

Quer organizar melhor a sua lista de filmes assistidos ou favoritos? Então baixe a planilha a seguir e tenha um controle de suas viagens pelo mundo do cinema.
Download
Assista ao vídeo e veja como a planilha funciona. .

A fotografia se resume a um breve clique, mas em torno desse toque no botão de disparo giram muitas coisas.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa