Meu manual de etiqueta política na Internet

As redes sociais se tornaram decisivas no jogo político e algumas regras de etiqueta são bem-vindas para garantir o convívio civilizado. Na base do acerto e erro cheguei a algumas conclusões para orientar minha conduta digital.

opinião

  1. Criticar políticos, não eleitores. Disputa política não é briga de torcidas de futebol. A ideia é converter eleitores e não, desqualificá-los. A crítica a figuras públicas também deve se limitar ao campo das ideias sempre que possível.
  2. Sem medo de ser chato. Atendo Testemunhas de Jeová no domingo de manhã;  recebo SMS dia e noite com ofertas da minha operadora; aguento a queima de fogos do vizinho pela vitória do time adversário. Então, por que não posso falar de política nas redes sociais?
  3. A economia vem primeiro.Defender causas bonitinhas, mas que comprometem meu emprego? Acho que não. Ideias utópicas, formalismos e perfeccionismos são bem legais, mas o que importa mesmo é a economia.
  4. Conferir as fontes. Antes de compartilhar, buscar a origem da informação. Nenhuma fonte é totalmente confiável, mas há fontes e fontes.
  5. Aos radicais, o silêncio. Os radicais se nutrem da indignação alheia. Melhor deixá-los sem holofotes falando sozinhos.
  6. Não morder a isca. Certas publicações são usadas para os otários fazerem comentários e assim, difundirem a ideia.
  7. Sem mimimi. Defender uma causa dá trabalho e te expõe, por isso fico só com as que justificam o esforço.
  8. Entre o ruim e o menos pior. Defender um político não significa que o idolatro, mas que ele representa a alternativa mais viável para o momento.
  9. O mesmo peso em todas as medidas. É muito, muito difícil manter a coerência, mas ela é a base da sua reputação. Isso não quer dizer que preciso insistir no erro, mas que para mudar de opinião convém me basear em novas evidências.
  10. Seja breve. Postar pouco, compartilhar pouco, reclamar pouco.

 

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa