Meu minimalismo

O que é

Não sei bem o que é, mas vou dar a minha versão. Minimalismo é uma filosofia prática, orientada para a conduta cotidiana. De certa forma, é uma reação ao modo de vida adotado por muitas pessoas, inclusive eu no passado, a um estilo de vida consumista que tem gerado mais frustração do que bem-estar e que se não for deixado de lado nos levará ao colapso pelo esgotamento dos recursos naturais.

Para mim, a visão de mundo de cada um é condicionada pela sua experiência de vida e, por isso, deixem-me partir de um exemplo familiar. Meu avô Lourenço era sapateiro, ganhou a vida consertando sapatos. Embora ainda existam alguns sapateiros por aí, a maioria das pessoas atualmente prefere descartar os sapatos gastos em vez de consertá-los. Além disso, mantêm uma coleção de sapatos muito maior do que precisam para viver. Minhas avós e minha mãe tinham máquina de costura em casa, sabiam usá-la e faziam reparos nas roupas da família até onde dava. Meu pai nunca teve carro, não sabia dirigir e viveu bem até os 86 anos.

Continue lendo Meu minimalismo

Loucos por listas

Seguem algumas listas que criei em momentos de ócio criativo.

Inutilidades domésticas

  • Amaciante de roupas
  • Atestado de vida
  • Cachepot
  • Capa de botijão de gás
  • Capa de guarda-chuva
  • Capinha de celular
  • Carregador sem fio
  • Condicionador de cabelo
  • Desodorizador de ambiente
  • Estojo de fone de ouvido
  • Ferro de passar roupa
  • Fixador de celular
  • Placa “Cuidado com roubos no interior do veículo”
  • Prendedor de gravata
  • Pré shampoo
Capa de botijão de gás
Continue lendo Loucos por listas

Os países mais desenvolvidos do mundo

Vamos apresentar os países melhor ranqueados segundo cinco indicadores de desenvolvimento. São eles:

  • IDH
  • GINI
  • Medalhas Olímpicas
  • Patrimônios da Unesco
  • Prêmios Nobel

Alguns podem dizer que esses indicadores não são os ideais, mas é razoável supor que países com bom ranqueamento nos itens acima são desenvolvidos em sentido amplo (social, cultural e econômico).

Se você está interessado em saber os países mais ricos consulte a postagem sobre o assunto neste blog.

Continue lendo Os países mais desenvolvidos do mundo

O mito do jornalismo imparcial

Não existe jornalismo imparcial, neutro, insosso, inodoro, que não puxa nem para um lado nem para ou outro. A ideia do jornalismo imparcial é um delírio, talvez uma jogada de marketing para melhorar a credibilidade e a audiência de algum grupo de mídia. A imparcialidade jornalística é corroída nos detalhes e nas sutilezas. Veja uma lista de artifícios que a mídia lança mão para manipular o usuário sem que ele perceba.


Continue lendo O mito do jornalismo imparcial

Os países mais ricos do mundo

A informação mais usada para medir a riqueza de um país é o seu PIB (produto interno bruto) que representa a soma de todas as riquezas produzidas no país durante um ano. Para comparar a riqueza entre países adota-se uma moeda comum: o dólar americano. No entanto, há duas abordagens a considerar: dólar nominal e dólar PPC.

Dólar nominal: Nessa abordagem o PIB é calculado usando o preços dos bens e serviços produzidos convertidos em dólar pela cotação oficial. Essa métrica é objetiva, mas nem sempre funciona para dimensionar o poder de compra do montante calculado. Como a cotação do dólar flutua ao sabor da economia internacional ou de particularidades locais a cotação oficial do dólar geralmente não dá ideia precisa de quanta riqueza o país produziu.

Dólar corrigido por PPC: o método PPC consiste em adotar uma cotação para o dólar que melhor represente o poder aquisitivo do PIB. Seria como estabelecer uma cotação ideal para o dólar de tal forma que o poder aquisitivo da conversão se preserve, ou seja, ao trocar reais por dólar na cotação PPC o cidadão preservaria o poder de compra do seu dinheiro, compraria os mesmos bens no Brasil ou nos EUA.

PIB per capita. Além do PIB total é uma boa ideia analisar o PIB per capita. Basta dividir o PIB total do país pela sua população. Essa informação nos dá uma ideia de quanta riqueza é gerada por cada habitante do país.

Continue lendo Os países mais ricos do mundo

A arte de escrever em tempos de Internet

Com o advento dos blogs, as pessoas estão escrevendo mais, embora pior. Quem disse isso foi o Prêmio Nobel de Literatura José Saramago, ele mesmo blogueiro. Depois de ler essa declaração forte do Saramago fui direto ao blog dele conferir se a opinião se aplicava aos posts que ele mesmo produzia. Que nada! O blog desse polemicista era muito ativo e a qualidade dos textos, impecável. Saramago nos esclarece: a facilidade com que se produz um blog leva mais pessoas a escrever, embora muitos não se preocupem em publicar textos burilados. Ele, Saramago, tratava seus posts com o mesmo rigor de seus romances. Eis um bom exemplo para se refletir sobre esse gênero novo de escrita em que a instantaneidade e a urgência às vezes são confundidas com improviso e afobação.

Continue lendo A arte de escrever em tempos de Internet