A malvada

Uma estrela cai, outra estrela sobe

All about Eve
Direção de Joseph Mankiewicz
1950 : EUA : 138 min : preto e branco
Com Bette Davis (Margo)
Anne Baxter (Norma Desmonds) e
George Sanders (Addison)

O título em português não caiu muito bem, até porque é possível identificar mais de uma malvada no filme. Malvadas? Talvez sim, talvez não. Ambiciosas, dissimuladas, talentosas, geniosas, carentes, obstinadas, sensíveis, venenosas, Eve (Anne Baxter) e Margo (Bette Davis) são parecidas em muitos aspectos. Uma está chegando ao estrelato como atriz teatral e a outra se preparando para deixá-lo. O mestre Mankewicz nos mostra a ascensão e queda das divas e, por que não dizer, de todos que experimentam o fugaz sabor da celebridade.

O filme começa com uma cerimônia em que Eve recebe o prêmio de melhor performance teatral do ano. Em seguida, retornamos no tempo para ver como tudo começou. Eve é fã incondicional de Margo, a quem idolatra como atriz. Sua admiração persistente pela diva do teatro, seus modos encantadores, sua história comovente e sua suavidade permitem que Eve acesse o círculo íntimo de Margo. Rapidamente Eve conquista a simpatia de todos até que a intuição feminina de Margo começa a emitir alertas de invasão de território. O que veremos na seqüência será uma batalha renhida de sutis manipulações em que o objetivo final da fêmea mais nova é ocupar o lugar da fêmea dominante que já dá sinais de fadiga.

Bette Davis não precisa se esforçar para representar mulheres decididas que fazem todos se agitarem à sua volta. Assim é Margo: espirituosa, geniosa, independente, bem sucedida, carismática, talentosa, etc. Infelizmente, existe uma lógica no mundo do show business que se assemelha muito à do reino animal. Para ficar no topo não se pode nunca baixar a guarda e tem sempre alguém mais novo disposto a ocupar o lugar mais velho. Margo conhece essa lógica e não se rebela contra ela, mas quer permanecer no topo o máximo de tempo possível. Ao ver que as cortinas estão baixando lentamente para ela, Margo reage de forma irracional, enlouquecendo as pessoas próximas dela.

Eve é um doce de pessoa, atenciosa, humilde, exageradamente humilde, está sempre disposta a ajudar as pessoas e com toda essa graciosidade vai conquistando espaço. Bem, assista ao filme e conheça Eve melhor.

O crítico Addison (George Sanders) é o cronista do filme. Armado com uma combinação perigosa de inteligência e cinismo, ele participa ativamente das manipulações e nos deixa divididos diante de seu charme temperado com maquiavelismo.

A Malvada é um filme com diálogos primorosos e ótimas interpretações que analisa a fundo o ser humano e retrata o meio artístico de forma dura, quase cruel. Um filme em que as mulheres podem conhecer melhor a si mesmas e os homens se deliciam com personagens femininos carismáticos, sedutores e muito perigosos.


Veja também: Planilha de filmes para cinéfilos

Quer organizar melhor a sua lista de filmes assistidos ou favoritos? Então baixe a planilha a seguir e tenha um controle de suas viagens pelo mundo do cinema.
Download
Assista ao vídeo e veja como a planilha funciona. .

Marcante

  • Margo e Karen conversam no carro sozinhas no meio do nada. Margo deixa de ser a diva para ser apenas mulher.
  • Eve e Addison conversam no hotel e as máscaras caem. Dois canalhas feitos um para o outro.

Autor: Radamés

Engenheiro curitibano pela UFPR, professor e produtor de conteúdos e ferramentas educacionais para a Internet.

Sua opinião me interessa